Final Fantasy VII Remake: desenvolvedores explicam os 100 GB

1 min de leitura
Imagem de: Final Fantasy VII Remake: desenvolvedores explicam os 100 GB
Imagem: Puro Pop
Avatar do autor

Midgar não é uma cidade pequena, mas ainda assim, o tamanho do arquivo para Final Fantasy VII Remake é bastante substancial. Chegando a 100 GB, é um download notavelmente grande para um jogo relativamente contido.

Em entrevista, o co-diretor de Final Fantasy VII Remake, Naoki Hamaguchi, disse que o tamanho do arquivo vem de um objetivo de descrever Midgar com mais detalhes do que o original.

"Em vez de pensar em redirecionar recursos padrão para locais individuais, como as favelas ou o edifício Shinra, decidimos construir cada local usando recursos exclusivos para alcançar a qualidade desejada para [Final Fantasy VII Remake]", diz Hamaguchi.

Fazer Midgar se sentir viva significa dar-lhe uma renovação que não é limitada pelas restrições de hardware originais do Final Fantasy VII. "Dessa forma, projetamos recursos como os cenários, [música de fundo] e os personagens por local, o que permitiu uma experiência de jogo única em cada área, mesmo da perspectiva do design do jogo", explica Hamaguchi.

(Fonte: Square Enix/Reprodução)(Fonte: Square Enix/Reprodução)Fonte:  usgamer 

Mesmo que tudo não pudesse caber em um único disco Blu-Ray, a nova Midgar precisava se destacar acima da versão anterior. No início deste mês, Hamaguchi disse que a equipe tinha que considerar a escala da cidade em comparação com edifícios individuais, algo que estava um pouco fora no original.

Hamaguchi disse que a equipe decidiu tornar Midgar "realista", no que diz respeito ao espaço e tamanho dos edifícios, bem como à densidade da cidade. E, como o produtor Yoshinori Kitase também menciona na entrevista, o dia-a-dia dos cidadãos.

Final Fantasy VII Remake chega no dia 10 de abril, exclusivamente no PlayStation 4. O jogo é exclusivo para o PS4 até abril de 2021, depois disso, poderá ser anunciado para outros consoles e PC.

Final Fantasy VII Remake: desenvolvedores explicam os 100 GB