Dying Light 2: Techland explica o uso de Ray Tracing no jogo

1 min de leitura
Imagem de: Dying Light 2: Techland explica o uso de Ray Tracing no jogo

Dying Light 2 tem deixado os fãs de jogos de zumbis bem animados, afinal, seu antecessor é considerado um dos melhores títulos deste gênero até hoje. O novo jogo utilizará o C-Engine, aproveitando o Ray Tracing em tempo real. E, durante uma entrevista, o diretor de renderização da Techland, Tomasz Sza Kowski, contou um pouco mais sobre o recurso dentro do jogo.

Dying Light 2 é o maior jogo que criamos usando nosso C-Engine interno. É muito importante alcançarmos nossas ambições em termos de gráficos, e é por isso que esta será a primeira produção da Techland a oferecer suporte ao Ray Tracing. Estamos implementando isso em cooperação com a Nvidia [no PC] e usando as mais recentes descobertas neste domínio”, disse o diretor.

(Fonte: Techland/Nvidia/Divulgação)(Fonte: Techland/Nvidia/Divulgação)Fonte:  Nvidia 

De acordo com a desenvolvedora, a tecnologia será usada para as sombras do jogo e os efeitos de iluminação global. Além disso, irá aprimorar ainda mais os efeitos de oclusão ambiental do jogo.

Segundo Sza Kowski, “Graças a essa tecnologia, nossas sombras em dias ensolarados estão exatamente como deveriam ser (entre outras razões, porque levam em consideração o tamanho do sol no céu). Os efeitos de oclusão no ambiente ganharam estabilidade espacial e não sofrem mais problemas ligados com partes específicas dos efeitos que afetam o espaço na tela (eles operam apenas no que é visível na tela. Por exemplo, o piso sob uma mesa não afeta a imagem exibida quando olhamos para a mesa)”.

Tomasz também afirmou que as zonas escuras são um elemento importante, e por isso estão experimentando uma espécie de iluminação secundária (refletida nas superfícies) usando fontes artificiais, como a lanterna do jogador. Tudo isso para tornar ainda mais intensa a experiência ao explorar esses locais.

Infelizmente, Dying Light 2 ainda não possui uma data de lançamento anunciada, com a Techland anunciando em janeiro deste ano que o jogo não estaria pronto até o quarto trimestre de 2020.

Dying Light 2: Techland explica o uso de Ray Tracing no jogo