Ghostwire: Tokyo será muito bem aproveitado com o DualSense do PS5

1 min de leitura
Imagem de: Ghostwire: Tokyo será muito bem aproveitado com o DualSense do PS5
Avatar do autor

Ghostwire: Tokyo, desenvolvido por Shinji Mikami, será muito bem aproveitado com o DualSense do PlayStation 5. O título, que será em primeira pessoa, utiliza um sistema de batalha chamado Kuji-kiri (similar aos selos de jutsus de Naruto), que é basicamente combinações de selos de mão.

O game ganhou novo trailer com diversos detalhes durante a apresentação da Sony na semana passada. Vale ressaltar que quem está por trás deste sistema de batalha é Shinichiro Hara, que idealizou o Glory Kill em Doom.

-

"Queremos que o jogador se sinta um exorcista ninja de alta tecnologia que derruba inúmeros espíritos malignos", disse Hara em um post no blog da Bethesda. “Para conseguir isso, escolhemos gestos complexos e deliberados como as armas principais, em vez de armas simples. Ao contrário das armas, nossos gestos nos permitem colocar muito mais movimentos e personalidade na ação do jogador, pois as mãos do jogador são extensões orgânicas do personagem", explicou.

Hara quer que o jogador "sinta" a ação de seu personagem e para isso ele quer explorar todo o potencial do DualSense. Segundo a Bethesda, recursos como feedback háptico e gatilhos adaptáveis permitirão que "cada encontro seja tão único quanto parece". Obviamente, vamos saber se a funcionalidade condiz com o hype só depois de ser testada.

Ghostwire: Tokyo será lançado para PlayStation 5 em algum momento de 2021. Fiquem ligados no Voxel para mais informações!

Ghostwire: Tokyo será muito bem aproveitado com o DualSense do PS5