Testamos Dirt 5 em corridas sob medida para novatos e veteranos

5 min de leitura
Imagem de: Testamos Dirt 5 em corridas sob medida para novatos e veteranos
Imagem: Codemasters

Para fãs de corrida, a perspectiva de poder curtir o novo Dirt 5 já seria bastante empolgante por si só, mas o novo jogo da Codemasters ganhou uma nova camada de interesse ao ser confirmado como um dos primeiros títulos com versões para a atual e nova geração.

Ou seja, além do PC, PlayStation 4 e Xbox One, também será possível disputar corridas no PS5 e Xbox Series X, tirando proveito do grande poderio de hardware das novas máquinas. Para sentir um gostinho do que a desenvolvedora está preparando para os fãs, fomos convidados pela produtora a testar antecipadamente a build atual do jogo no Steam.

Depois de jogar por algumas horas, também pudemos de participar de uma sessão de perguntas e respostas com Robert Karp, o Diretor de Desenvolvimento da Codemasters, e Mike Moreton, o designer chefe. O resultado pareceu bastante positivo, como você verá a seguir!

Um verdadeiro tour global

Na versão disponibilizada para testes era possível correr por apenas quatro dos dez pontos que estarão presentes no jogo final: Brasil, Noruega, China e Estados Unidos (Arizona). Embora a quantidade de cenários pareça pequena, as pistas presentes já tinham, ao natural, uma boa variedade de traçados e desafios. Só que a verdadeira graça é revisitar os circuitos em diferentes condições climáticas, com variados carros, para ver como uma mesma pista pode trazer emoções diferentes dependendo do contexto.

Há quatro classes diferentes de veículos, espalhados entre Sprint, 90’s Rally, Crossraid e Superlites, e eles incluem uma grata mistura de bólidos modernos e carros clássicos de corrida de rally da década de 90. Eles podem ser utilizados nas corridas de Ultracross, com vibe de rallycross, Land Rush, uma empreitada offroad para carros maiores, Stampede, circuitos repletos de saltos, e Sprint, onde é essencial dominar o drift em pistas curtinhas cheias de curvas.

O maior atrativo de Dirt 5 é sua farta variedade de terrenos, climas e carros. Toda corrida parece diferente da anterior!O maior atrativo de Dirt 5 é sua farta variedade de terrenos, climas e carros. Toda corrida parece diferente da anterior!Fonte:  Codemasters 

Não precisa ficar intimidado caso você não tenha muita experiência com simuladores de rally, já que Dirt 5 tem uma proposta intencionalmente mais acessível que seu “primo” Dirt Rally. A curva de dificuldade é extremamente acessível e mais voltada para a diversão arcade, de forma que, em poucos minutos, você já vai estar disputando corridas sem passar vergonha.

Parece uma evolução natural dos conceitos que a antiga Evolution Studios já tinha mostrado no subestimado Driveclub de PlayStation 4 antes de seus funcionários migrarem para a Codemasters. Ou seja, é um jogo fácil de entrar e se divertir, mas que exige dezenas de horas para dominar nas dificuldades mais altas.

Muitas cores e diversão

É legal notar como, mesmo sem dirigir com um volante, apenas usando o teclado ou joystick, já faz muita diferença na aderência disputar eventos na neve, garoa, ou durante tempestades. Ciclos de dia e noite também garantem um bom espetáculo visual e permitem contemplar a beleza dos circuitos por um novo ângulo. Assim, mesmo com apenas dez locações, sempre fica aquela sensação de estar correndo por um lugar diferente.

Ao invés de focar no hiper-realismo como tantos outros simuladores por aí, Dirt 5 tem uma pegada mais colorida e descontraída, apostando no contraste entre a lama e areia das pistas com as tintas vibrantes da pintura dos carros. Não chega a ficar fantasioso demais a ponto de parecer um desenho animado nem nada assim, mas é legal correr por um mundo vibrante e agradável aos olhos, com lindos efeitos de iluminação pelo caminho.

Faça a sua história

Coisa rara em jogos de corrida, Dirt 5 contará com um modo campanha completo que terá ninguém menos que os aclamados atores Nolan North e Troy Baker, de Uncharted 4 e The Last of Us, com papéis de destaque. “Troy e Nolan são excelentes profissionais, ficamos muito positivamente surpresos com o seu talento e com como eles eram bons no seu ofício.” celebrou Robert Karp. “Eles entenderam muito rápido os personagens, entraram rapidinho em suas mentes, foi impressionante!”

O foco do modo história é dar bastante liberdade de escolhas ao jogador, deixá-los escolher em quais eventos querem correr, como quiserem correr. São mais de 130 eventos presentes no jogo, todos espalhados por um caminho ramificado. Ou seja, você pode ver a história inteira sem precisar passar por centenas de corridas se não quiser.

Mike Moreton quer que “as pessoas se sintam motivadas a voltar e jogar outras corridas, e aí pegar créditos para comprar mais carros e recursos, é claro, mas, no fim das contas, a ideia é deixar que todo jogador explore Dirt 5 como quiser. A graça é montar a sua carreira como bem entender. Jogar os eventos que quiser, nos carros que quiser, para ter a melhor experiência possível.”

Infelizmente a campanha ainda não estava disponível para teste na nossa demonstração. Embora ela pareça bastante promissora no papel, o péssimo histórico de jogos de corrida com narrativas mais encorpadas desperta um pouco de ceticismo. Vamos ver se a prometida liberdade de rotas vai ajudar a tornar o modo mais palatável para o grande público.

Usando o poder da next-gen!

Robert Karp já havia comentado em vídeo que Dirt 5 poderia alcançar 120 frames por segundo no Xbox Series X, e a informação foi confirmada em nossa coletiva. “Quanto mais plataformas diferentes você escolhe para trabalhar em um jogo ao mesmo tempo, mais trabalho dá, fica mais desafiador para o time”, explicou. “Mas quando você pega o novo hardware é bem engraçado, porque todo mundo no time quer tocar nele, experimentar as coisas, é bem empolgante. As duas máquinas novas são incríveis e um baita passo para a frente, certamente trarão um impacto positivo para os jogos.”

“Ainda assim, nos empenhamos em trazer o mesmo conteúdo para todas as gerações. Há algumas diferenças técnicas, claro: no Xbox Series X temos corridas a 120 frames por segundo, acho que é a maior fluidez que já conseguiram em um jogo de corridas em consoles. Já no PlayStation 5 pudemos usar os gatilhos adaptáveis do DualSense para tornar tudo mais imersivo, além de aproveitar os novos recursos de som da máquina para deixar o barulho dos motores mais realista.”

O jogo será lançado em 9 de outubro de 2020 para PC, Xbox One e Playstation 4, e também ganhará versões, ainda sem data, para Xbox Series X e PS5. Você está ansioso para experimentar Dirt 5? Conte para a gente nos comentários a seguir!

Testamos Dirt 5 em corridas sob medida para novatos e veteranos