Patente sugere que PS1, PS2 e PS3 podem ser compatíveis via nuvem

1 min de leitura
Imagem de: Patente sugere que PS1, PS2 e PS3 podem ser compatíveis via nuvem
Avatar do autor

Quem não gostaria de jogar novamente alguns games retrô da linha PlayStation, não é mesmo? Se você é desse time, então te trago boas notícias: uma nova patente da Sony sugere que jogos de PS1, PS2 e PS3 podem ser emulados através da nuvem (e jogados no PS5, por exemplo).

Quem trouxe a informação foi o usuário @Renka_schedule que comentou o seguinte em publicação no Twitter:

https://twitter.com/Renka_schedule/status/1279416910476541953

Fonte: @Renka_schedule / TwitterFonte: @Renka_schedule / Twitter

"Um grande número de títulos de PS1 / PS2 / PS3 e várias gerações de consoles podem ser armazenados e usados na biblioteca de jogos na nuvem. Esses jogos podem ser executados em uma máquina virtual que imita o sistema operacional associado a cada console", disse o usuário.

A imagem mostra desenhos do PlayStation 1,2 e 3 sendo emulados em telas separadas. Ainda não está claro sobre o que se trata esse registro ou se é atrelado ao serviço PlayStation Now, mas também pode significar uma solução para não precisar criar um hardware de retrocompatibilidade com as gerações anteriores, embora não seja mencionado no documento.

Em seguida, @Renka_schedule também mostrou outra patente, desta vez sugerindo que os usuários poderão gravar cenas de seu gameplay e compartilhar com os amigos através da nuvem. Aparentemente ele pode estar associado ao botão share do novo DualSense.

É sempre válido lembrar que, apesar de as patentes estarem sendo registradas, não significa, de fato, que as funcionalidades devem chegar ao PlayStation 5; o registro é apenas um meio da Sony proteger suas criações sem eventuais problemas.

Apesar de ter seus designs revelados, tanto o Xbox Series X quanto o PlayStation 5 seguem sem data e nem preço definidos, mas a expectativa é que ambos cheguem no final de 2020. Fiquem ligados no Voxel para mais informações!

Fontes

Patente sugere que PS1, PS2 e PS3 podem ser compatíveis via nuvem