The Last of Us: série de TV vai expandir a história original, diz produtor

1 min de leitura
Imagem de: The Last of Us: série de TV vai expandir a história original, diz produtor
Avatar do autor

Craig Mazin, produtor da premiada minissérie Chernobyl e responsável pela produção da série de The Last of Us em parceria com Neil Druckmann para a HBO, disse recentemente em entrevista ao IGN que não pretende desfazer da história contada nos games, mas sim expandi-la.

Com a declaração do produtor, podemos esperar uma grande adaptação que engloba não só os principais acontecimentos da história original, mas outros eventos que ficaram em plano de fundo no game de 2013 — como os 20 anos de Joel depois do Outbreak Day e início da sua relação com Tess e Bill, por exemplo.

Craig Mazin, diretor da aclamada minissérie Chernobyl.Craig Mazin, diretor da aclamada minissérie Chernobyl.Fonte:  Variety 

"Acredito que fãs se preocupam quando a licença de uma propriedade é passada adiante, porque as pessoas podem não entender a obra", disse Mazin na entrevista. "Neste caso, estou trabalhando com o cara que fez o original e, portanto, as mudanças que estamos fazendo foram pensadas para preencher lacunas ou expandir, nunca diminuir, mas, sim, melhorar".

Quando a série foi oficialmente anunciada em março de 2020, Mazin ficou contente com o convite, pois é fã declarado da franquia criada pela Naughty Dog. Na entrevista ao IGN, ele reforça mais uma vez que "é como um sonho se tornando realidade" e que está "um pouco assustado, porque as emoções ligadas ao game são muito intensas".

A série de The Last of Us ainda segue sem data de lançamento definida, mas estará nas mãos de Craig Mazin e Neil Druckmann, diretor dos jogos. Johan Renck, que dirigiu os cinco episódios de Chernobyl, ficará responsável pelo episódio piloto.

Fontes

The Last of Us: série de TV vai expandir a história original, diz produtor