CEO anuncia que divisões da Warner Bros Games não estão à venda

1 min de leitura
Imagem de: CEO anuncia que divisões da Warner Bros Games não estão à venda
Imagem: https://moot.us/lounges/23/boards/172/posts/710654/fighting-games

Após inúmeros rumores sobre uma suposta aquisição de estúdios da Warner Bros Games, finalmente o caso parece ter sido encerrado e tudo indica que a companhia não será vendida. A informação foi divulgada pelo CEO Jason Kilar, que se pronunciou sobre a desistência da venda pela AT&T, empresa que detém os direitos da Warner.

"A Warner Bros. Interactive continua fazendo parte do grupo Studios and Networks junto com nossa equipe global de marcas e franquias, incluindo DC, liderada por Pam Lifford, e nossos serviços Kids, Jovens Adultos e Classics liderados por Tom Ascheim, todos focados em envolver os fãs com nossas marcas e franquias por meio de jogos e outras experiências interativas", escreveu em comunicado.

Apesar da negativa em levar a Warner ao mercado, Kilar afirmou que, internamente, há "muito o que fazer", sugerindo que a AT&T ainda irá sofrer uma profunda reconstrução interna com possibilidade no deslocamento de funcionários e na supressão de chefias, tudo para poder saldar uma dívida que, segundo rumores, estaria na casa dos US$ 4 bilhões.

(Fonte: Warner Bros Games/Reprodução)(Fonte: Warner Bros Games/Reprodução)Fonte:  Shacknews 

A notícia surge como um profundo alívio para os fãs dos games da Warner, especialmente após o anúncio e o surgimento de boatos sobre diversos títulos que estão sendo planejados. Recentemente, Esquadrão Suicida foi anunciado pela Rocksteady, que será divulgado dia 22 de agosto, em evento da DC que possui um forte potencial para revelar o novo game do Batman.

Além disso, rumores sobre um RPG exclusivo da saga Harry Potter e sobre a sequência de Injustice 2 também percorrem os bastidores da empresa e podem receber novidades em breve.

CEO anuncia que divisões da Warner Bros Games não estão à venda