Ridley Scott vai dirigir série de ficção científica

2 min de leitura
Imagem de: Ridley Scott vai dirigir série de ficção científica
Avatar do autor

A ficção científica parece estar voltando a cair nas graças do público. Quem nunca deixou de acreditar, no entanto, foi o diretor Ridley Scott, responsável pelo comando de grandes sucessos do gênero nos cinemas, que vão desde Alien, o Oitavo Passageiro (1979) e Blade Runner: o Caçador de Androides (1982) até Perdido em Marte (2015) e os novos longas da franquia de Alien, como Alien: Covenant.

O que muita gente não sabe é que Ridley Scott já tem um pezinho nas séries, visto que atua como produtor-executivo de títulos como The Man in the High Castle, The Good Wife e The Good Fight.

https://img.ibxk.com.br/2018/10/14/14231117789039.jpg" alt="" data-mce-src="https://img.ibxk.com.br/2018/10/14/14231117789039.jpg" data-mce-selected="1" style="box-sizing: border-box; max-width: 100%; height: auto; vertical-align: middle; display: block; margin: 0px auto; outline: black solid 1px; resize: none;

Agora, no entanto, ele pela primeira vez vai encabeçar diretamente um projeto de ficção científica pensada para a TV. A série Raised by Wolves (Criados por Lobos, em tradução livre) vai girar em torno de crianças humanas sendo criadas por androides em uma colônia espacial.

Encomendada pela TNT e escrita por Aaron Guzikowski, a série vai trazer dois misteriosos androides à frente de toda a colônia e encarregados do cuidado com crianças em um planeta virgem, onde são cultivadas diferenças religiosas e culturais.

https://img.ibxk.com.br/2018/10/14/14231004554038.jpg" alt="" data-mce-src="https://img.ibxk.com.br/2018/10/14/14231004554038.jpg" data-mce-selected="1" style="box-sizing: border-box; max-width: 100%; height: auto; vertical-align: middle; display: block; margin: 0px auto; outline: black solid 1px; resize: none; color: rgb(64, 64, 64); font-family: "Source Sans Pro", sans-serif; font-size: 18px; text-align: start; background-color: rgb(255, 255, 255);

"Eu estou sempre procurando novas fronteiras no gênero sci-fi e encontrei um verdadeiro original em Raised by Wolves – um mundo totalmente distinto e imaginativo, cheio de personagens lutando com questões existenciais: o que nos torna humanos? E se nós pudéssemos começar de novo e apagar a bagunça que fizemos no nosso planeta? Será que faríamos melhor?", disse o diretor em um comunicado oficial.

A expectativa é de uma produção ousada, especialmente no que diz respeito a efeitos especiais, maquiagem e caracterização dos personagens, pontos mais fortes nos filmes de Scott. Ele possivelmente espera muito disso na parceria com a TNT. "Dada a impressionante programação ousada e de qualidade de séries da TNT, essa parece ser a casa certa para esse tipo de televisão ambiciosa".

https://img.ibxk.com.br/2018/10/14/14231221695040.jpg" alt="" data-mce-src="https://img.ibxk.com.br/2018/10/14/14231221695040.jpg" data-mce-selected="1" style="box-sizing: border-box; max-width: 100%; height: auto; vertical-align: middle; display: block; margin: 0px auto; outline: black solid 1px; resize: none; color: rgb(64, 64, 64); font-family: "Source Sans Pro", sans-serif; font-size: 18px; text-align: start; background-color: rgb(255, 255, 255);

A recíproca é verdadeira, segundo a vice-presidente executiva de programação original da TNT, Sarah Aubrey: “Ridley Scott é simplesmente o melhor que há no gênero sci-fi. Além de dirigir alguns dos filmes de ficção científica mais importantes de todos os tempos, ele criou personagens icônicos. Estamos entusiasmados em ver Ridley fazer o mesmo por nós! É incrivelmente raro ser capaz de fazer a televisão que tanto desafie o intelecto de uma pessoa quanto excite o entusiasmado lado da fangirl — Raised by Wolves é aquele seriado raro que faz as duas coisas”.

Além de dirigir, Scott será produtor-executivo da série, ao lado de David W. Zucker (The Man in the High Castle), Jordan Sheehan (The Terror), Adam Kolbrenner (Os Suspeitos) e Robyn Meisinger (Os Suspeitos).

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.

Ridley Scott vai dirigir série de ficção científica