O NGP, sigla para Next Generation Portable (ou Portátil da Nova Geração), faz jus ao codinome e redefine os parâmetros dos consoles portáteis. O mundo dos video games já andava agitado com as chegada iminente do Nintendo 3DS e os constantes rumores sobre o PSP2 e o elusivo PSPhone.

Porém, tudo mudou com a conferência PlayStation Meeting 2011 e a revelação oficial do sucessor do PlayStation Portable. Na prática ele é o PSP2, mas o codinome atual é NGP e parece que o console é algo ainda melhor do que uma simples evolução do PSP.

Foi apresentado na conferência da Sony um aparelho realmente impressionante que, como já alardeavam os boatos, é capaz de rivalizar os gráficos do poderoso PS3. Analisando as especificações técnicas do NGP, confirma-se o fato de que este é o console portátil mais poderoso até o momento.

Com um processador ARM Cortex-A9 core (de quatro núcleos) e uma GPU SGX543MP4+ (que também possui quatro núcleos) o novo portátil da Sony é quatro vezes mais potente do que o iPhone 4.

Analistas acreditam que o iPhone 5 utilizará o mesmo esquema de processamento, porém com a metade dos núcleos. Ou seja, em vez de contar com uma GPU de modelo de 4 núcleos (MP4), o iPhone 5 contaria apenas com uma de 2 núcleos (MP2).

Os consoles disponíveis na PlayStation Meeting possuíam 1 GB de memória RAM, todavia, vale destacar que tais modelos devem ser estações desenvolvimento. Assim, o mais provável é que o console possua algo em torno de 512 MB com 128 MB dedicados ao vídeo. Um salto e tanto se comparado aos 64 MB do PSP, ou até mesmo aos 512 MB do Xbox 360.

Realmente impressionante, especialmente se levarmos em consideração que tudo isto está na palma da sua mão. Confira todos os detalhes técnicos revelados até o momento:

Principais Momentos da PlayStation Meeting 2011

Hardware

Processador e GPU

Quando começaram os boatos de que o suposto PSP2 teria um processamento gráfico tão potente quanto o do PS3, muitos jogadores torceram o nariz. No entanto, a Sony mostrou que os rumores não eram tão exagerados assim.

O NGP é capaz de rodar Metal Gear Solid 4 sem reduções na qualidade das texturas e, como Hideo Kojima (criador do jogo) afirma, sem perda na geometria dos modelos. A única diferença significativa ficou por conta da taxa de quadros por segundo. Aparentemente, quando o título foi demonstrado no palco, ele estava rodando a 20 FPS.

Mesmo assim, as outras demonstrações técnicas da noite deixaram impressões ainda melhores. Foi o caso de Uncharted. Os efeitos de iluminação são impressionantes e o jogo rodou com uma fluidez invejável.

Demonstração de Metal Gear Solid 4 no NGP

Tela

Para acompanhar todo este poder de processamento, o NGP conta com uma tela à altura. A tela OLED Multi touch é de fazer inveja a muitos televisores. Para começar, ela é maior do que a do PSP original: agora são 5" em vez das 4,3" da primeira edição do console.

O monitor segue com proporção de tela de 16:9, porém com resolução de 960 x 544 (quatro vezes maior do que a do PSP) e capacidade para apresentar aproximadamente 16 milhões de cores. Além disso, a tela é sensível ao toque, permitindo que o jogador opere o aparelho diretamente no display.

No entanto, o grande trunfo é a mudança no sistema da tela de LCD para de OLED. O sistema de diodo orgânico emissor de luz (OLED para os íntimos) é naturalmente mais fino e econômico. Isso porque a tela OLED possui luz própria, não necessitando de luz de fundo ou luz lateral (backlight ou sidelight).

A tecnologia OLED também oferece outras vantagens como o baixo tempo de resposta e um taxa de contraste muito superior à das telas LCD. Assim, o NGP conta com uma tela mais fina, econômica (que não consumirá tanto a bateria do aparelho) e capaz de reproduzir imagens com muito mais qualidade.

Uncharted com jogabilidade adaptada

Controles e touch pad

O NGP contará com dois analógicos (aleluia!). Mas o que já bastaria para agradar a maioria dos jogadores é apenas o começo. Todo o design do console está mais ergonômico, assumindo um formato levemente oval que se acomoda confortavelmente na mão do jogador.

Além dos tradicionais botões de ação — quadrado, circulo, cruz, triângulo, L e R — o novo portátil da Sony também contará com uma tela sensível ao toque e um touch pad (painel multitoque). Isso mesmo. Na prática são dois sistemas de controle sensíveis ao toque.

Na conferência, pode-se ver um jogo no qual era necessário utilizar a tela e o painel multitoque traseiro simultaneamente. Outra demonstração mostrou como os comandos na tela serão integrados a títulos já consagrados, como Uncharted.

Mas ainda não acabou, pois o sistema SIXAXIS reaparece no NGP e também deve ser integrado à jogabilidade de vários títulos. O sistema detecta movimentos em seis eixos (six axis, entendeu?), são três eixos captados por um giroscópio e outros três por um acelerômetro.

Uncharted foi utilizado mais uma vez para demonstrar o sistema. Como no PlayStation 3, ao cruzar uma passagem estreita, Drake deve se equilibrar mantendo o controle nivelado — no caso todo o console. A mescla de todas estas funcionalidades criará novas formas de se jogar, especialmente em um console portátil.

Sistema de detecção de movimento integrado ao jogo

Bateria

Por enquanto, ainda não há nada confirmado, mas já correm rumores de que a bateria do NGP pode durar de 4 a 5 horas. Os executivos que estavam presentes na PlayStation Meeting deixaram claro que durante o processo de concepção do aparelho foi pedido que a carga durasse pelo menos 6 horas.

A escolha por uma tela OLED pode ajudar na economia da bateria o que dá algum crédito ao rumor. Em comparação, a carga da bateria do Nintendo 3DS pode durar de 3 a 5 horas — dependendo das condições de luz e se você está jogando um título com suporte 3D.

Câmeras e Som

O NGP conta com duas câmeras: uma frontal e outra posterior. A câmera frontal é levemente deslocada para a direita, enquanto a traseira é centralizada. Infelizmente não foram divulgadas as resoluções das câmeras.

Além disso, o console também possui um microfone e alto-falantes estéreos embutidos. Como não foram reveladas todas as especificações das câmeras, ainda não se sabe se haverá suporte para captura de vídeo.

Conectividade

Outro destaque do NGP é a sua multiconectividade. O novo portátil oferece suporte 3G, Bluetooth e Wi-Fi. Todas estas funcionalidades estão integradas a aplicativos do console, mas como alguns já esperavam, o NGP não é capaz de realizar chamadas telefônicas.

Por sinal, Andrew House — presidente da Sony Computer Entertainment Europa — disse, em entrevista ao site Eurogamer, que o NGP será comercializado em duas versões. Segundo Andrew House, o console terá uma versão com suporte 3G e outra sem. Todavia, todos os consoles terão conexão Wi-Fi.

Além disso, o NGP também possui um GPS integrado, que servirá como um “Foursquare” dentro do video game, identificando a sua posição e localizando outros jogadores. Esta é a base do sistema Near, um aplicativo que detectará outros NGPs na região.

Em suma, os jogadores do NGP estão todos conectados e participaram de uma “rede social” dentro do portátil. Esta interconectividade dos consoles permitiram que os jogadores rastreiem seus amigos em busca de novas partidas ou que troquem mensagens instantâneas.

Desenvolvedores como o genial Hideo Kojima, de Metal Gear Solid, já estão salivando com as possibilidades advindas de tal tecnologia.

Tamanho

O NGP é literalmente o maior portátil até o momento. As dimensões do NGP (182 x 18,6 x 83,5 mm) são maiores do que as do PSP 3000 (169 mm x 71 mm x 19 mm), mas seu formato espessura o deixam muito mais confortável do que os predecessores da linha PlayStation Portable.

Clique na imagem para ampliar!

Cartão de memória

Outra novidade é a mídia dos jogos. Saem os controversos discos UMD e entram uma espécie de cartão de memória. O novo dispositivo permitirá que o jogador salve conteúdos adicionais no próprio cartão. 

Assim, você poderá carregar no mesmo cartão, o jogo, os saves e qualquer conteúdo adicional lançado para posteriormente. Outra vantagem dos cartões é que os dispositivos são mais rápidos do que os discos.

O console também terá suporte para a PlayStation Suite — o novo sistema que oferecerá produtos PlayStation para dispositivos baseados em Android.

Fonte da Imagem: Engadget

Além disso, a PlayStation Store também oferece conteúdo compatível com o NGP. Infelizmente, com a ausência de uma entrada para os discos UMD, a retrocompatibilidade com o PSP se limita aos títulos já lançados digitalmente na PS Store.

LiveArea e Near

O NGP não vive só de novidades de hardware, pois também trará software diferenciado, começando pela própria interface de navegação. O novo portátil abandona a velha XMB (CrossMediaBar do PS3 e PSP) e lança a LiveArea.

O sistema utiliza a tela sensível ao toque para navegar pelos diferentes recursos do aparelho. A LiveArea é uma espécie de hub no qual você pode conferir seus troféus — isso mesmo, o NGP tem suporte para troféus — ou enviar mensagens para os seus amigos, entre outras opções.

Utilizando o GPS e os recursos de conectividade, o NGP ainda conta com o sistema Near — que identificará outros NGP próximos de você. Dentro do Near, você verá os outros jogadores como avatares dentro do mapa. Caso algum dos consoles esteja rodando um título que você ainda não possui, o sistema oferecerá um link direto para a PS Store para que você possa comprá-lo.

Jogos

Durante a conferência da Sony, foram revelados vários títulos, alguns jogáveis como demonstrações técnicas. Entre os destaques estavam versões de Uncharted e Metal Gear Solid 4. Segundo a apresentação 14 jogo já está confirmados para o lançamento do NGP:

  • Hot Shots Golf
  • Gravity Daze
  • Killzone
  • Reality Fighters
  • Smart As
  • Broken
  • LittleBigPlanet
  • Little Deviants
  • WipeOut
  • Resistance
  • Uncharted
  • Monster Hunter Portable 3
  • Dynasty Warriors
  • Call of Duty