Um dos serviços atuais mais conhecidos em stream de games é o PlayStation Now. Por isso, seria comum pensar que a Sony está trabalhando arduamente nessa área. Contudo, novos relatos indicam que a maior força braçal está partindo da Microsoft.

A Gigante dos Softwares, em parceria com a Universidade de Duke, conseguiu diminuir a largura de banda exigida para fazer o stream de games pesados em mais de 80%. A empresa agora consegue rodar games com apenas um sexto da banda requisitada.

Para realizar essa melhoria brusca, foi desenvolvida uma ferramenta chamada Kahawai. Ela funciona usando o conceito de que nem todo o trabalho deve ser feito remotamente durante a jogatina. Ou seja: o seu console ou smartphone tem uma GPU, então ela também deve ajudar.

Mas como funciona?

O Kahawai vai permitir uma renderização colaborativa do jogo. Veja: em vez do servidor realizar todos os processos sozinho, exigindo que você tenha uma conexão muito robusta, renderizar imagens se torna um trabalho pareado com a placa gráfica do dispositivo.

De acordo com a Microsoft, o trabalho mais pesado ainda fica com o servidor, como cuidar das sombras, mapeamento de texturas e detalhes de granulação. Porém, a GPU local pode ajudar nos níveis básicos de gráficos, como se fosse o "rascunho" de uma área. Com isso, as placas também não precisam ser tão potentes.

A Kahawai foi utilizada em teste com Doom 3, sendo streamado aos 60 fps (como você vê no vídeo que abre a matéria). Os pesquisadores não encontraram diferenças perceptíveis entre a experiência de jogo com e sem a ferramenta. Apenas que o game sem a Kahawai levava muito mais tempo para salvar dados.

Notícias como essas são especiais para países que ainda não possuem conexões de internet robustas bem distribuídas entre a população, como o Brasil, pois torna o acesso aos games mais fácil e barato.

Via Baixaki Jogos.

Cupons de desconto TecMundo: