Quem acompanha o processo de criação de um produto sabe que ele passa por várias fases e ideias até chegar no item lançado ao consumidor. Com o primeiro Xbox, em 2001, foi assim: por se tratar do primeiro console, a Microsoft estava cheia de vontades antes de colocar a mão na massa — e algumas das possíveis estratégias que não chegaram a ver a luz do dia vão de bizarras a curiosas.

O site GamesIndustry conversou com Lorne Lanning, criador da série Oddworld, e obteve informações preciosas sobre os primórdios do Xbox. A principal delas? A Microsoft quase ofereceu o console gratuitamente ao consumidor, pois ela pensava em cobrar somente pelos jogos.

"Naquela épica, o Xbox pensava que o núcleo do mercado seria casual. Eles seriam a máquina dos gamers casuais. Agora, é com isso que eles me ganharam, porque falaram 'pensamos que você tem algo que compete com o espaço de Mario e achamos que Mario é a coisa a se matar. Vimos esse espaço. Queremos a audiência. Amamos, Oddworld, então por que você não se junta a nós? E nós talvez até entregaremos a caixa [o Xbox] de graça", afirma o desenvolvedor. Foi essa ideia, segundo ele, que o convenceu a sair da parceria com a Sony para levar Oddworld: Munch's Oddysee, de 2003, ao console da Microsoft.

Pensaram até em comprar a Nintendo

Além de dar o Xbox de graça aos consumidores e só cobrar pelos jogos, a Microsoft pensou em outras maluquices rapidamente descartadas. Uma delas? Forçar o Windows no sistema depois de um tempo, como se o sistema operacional fosse um vírus que aos poucos invadisse o console. A receptividade dessa ideia foi terrível e os próprios parceiros detonaram a proposta na hora, porque "tudo o que eles já lançavam tinha Windows".

Outra proposta que surgiu foi simplesmente comprar a Nintendo e absorver a desenvolvedora japonesa para a divisão de jogos da Microsoft — mais uma ideia que não saiu do papel. No fim das contas, o final foi feliz: o Xbox surgiu como um console próprio, especializando-se em certos gêneros e conquistando o próprio espaço sem grandes riscos.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: