Desde o mês passado, o aumento considerável do preço da gasolina brasileira tem gerado uma insatisfação muito grande na população. O gaúcho Cristiano Bartel resolveu protestar de uma maneira diferente da que estamos acostumados: lançou um jogo que demonstra o valor abusivo do nosso combustível.

Chamado de Gasolina Cara, o game endless runner o coloca no papel de um motorista que deve desviar de buracos e outros problemas das estradas nacionais enquanto coleta dinheiro. Entretanto, só é possível continuar enquanto possuir gasolina no tanque, que deve ser abastecido em postos da rodovia.

E aí que entra a crítica: toda a bufunfa coletada deve ser utilizada para reabastecer o carro e continuar a jogatina. E isso é bem caro. Se o jogador optar em utilizar um carro de luxo, o combustível se esvai mais rápido, mas aumenta a velocidade, o oposto do que acontece no veículo popular.

Diversão com protesto

Em entrevista ao G1, Bartel disse: “Fiz para ser uma crítica humorada, uma gozação pelo preço alto da gasolina. O jogo destaca bem esse preço. O jogador ter de conseguir muito dinheiro, mais de R$ 1 mil, e o objetivo é viajar o máximo possível com a gasolina que conseguir. Uma hora vai acabar, porque a gasolina está cara”.

O desenvolvedor utilizou elementos cômicos para demonstrar insatisfação. Nos postos de gasolina, por exemplo, a bomba de combustível possui uma cara de vilã, sugando todo o seu dinheiro com um aspirador de pó enquanto enche apenas alguns litros “miguelados” no tanque do veículo.

Por coincidência, o aplicativo foi lançado no domingo (15), mesma data das manifestações. Bartel queria que o game fosse publicado neste intervalo, mas não planejava o dia exato. O motivo foi o período de uma semana requisitado pela Apple para publicar o jogo. Se você ficou interessado no game, pode conferi-lo na App Store ou na Google Play.

Cupons de desconto TecMundo: