Segunda edição do Humble Indie Bundle. Imagem: Reprodução.

Segunda edição do Humble Indie Bundle. Imagem: Reprodução.

Uma grande rede de varejo do Brasil tinha como slogan há algum tempo a frase “Quer pagar quanto?”. Pois este é exatamente o espírito do Humble Indie Bundle (traduzido livremente para “humilde pacote independente”), um “festival” de compras de jogos, já na segunda edição, em que você adquire os títulos via PayPal e escolhe quanto vai dar em troca.

Todo o dinheiro arrecadado é repassado à Electronic Frontier Foundation (EFF) e à Child’s Play Charity, duas instituições de caridade e sem fins lucrativos dos Estados Unidos. Quando pagar, você pode distribuir o seu dinheiro entre os cinco jogos (provavelmente para os desenvolvedores), a EFF, a Child’s Play ou uma quantia para a Humble Indie Bundle.

Os títulos disponíveis este ano são: “Braid”, “Cortex Command”, “Machinarium”, “Osmos” e “Revenge of the Titans”. Alguns jogos possuem versões para Linux, Mac e Windows, ou seja, não importa a plataforma que utiliza, você pode adquirir o pacote, se divertir à vontade e ajudar a quem precisa. Apesar de o Humble Bundle deixar você escolher quanto vai pagar, eles já deixam avisado: todos os jogos custariam 85 dólares se comprados foram desta promoção.

Importante: não há limite de downloads. Após comprar os jogos, você pode baixar e instalar quantas vezes quiser, em diversos computadores diferentes, bem como jogar sem conexão com a internet. Então acesse o HumbleBundle.com e ajude.

A título de curiosidade, o site mantém um quadro com as estatísticas das vendas. Ele exibe total arrecadado, número de vendas, preço médio pago por cada jogo e preço médio pago por usuários de cada um dos três sistemas operacionais.

Os que pagam mais caros são usuários de Linux (cerca de 13 dólares por jogo), seguidos pelos usuários de Mac (cerca de 8 dólares por jogo) e por usuários do Windows (cerca de 6 dólares por jogo). Esta simples estatística mostra que o espírito do Software Livre faz uma certa diferença.

Cupons de desconto TecMundo: