É hora de se preparar para a quarta geração dos personagens virtuais mais queridos do mundo. The Sims 4 será lançado no dia 2 de setembro deste ano e traz novidades incríveis para a jogabilidade. Emoções à flor da pele e construções muito mais complexas são apenas algumas das características já tão comentadas.

Além da polêmica retirada das piscinas e bebês do jogo-base, está sendo muito discutido o novo formato dos mundos, que são divididos em pequenos distritos com apenas cinco lotes – acabando com o mote principal de mundo aberto de The Sims 3. Mas por que isso foi feito?

Tivemos o prazer de entrevistar o produtor do jogo, Graham Nardone. Abaixo, você confere como foi esse bate-papo e aproveita para tirar essas dúvidas e muito mais sobre o novo título.

Por que foi feita essa escolha de limitar o jogo em distritos?

Essa limitação na verdade traz uma série de benefícios muito grandes para a jogabilidade em si. Houve muitas queixas no The Sims 3, quando as pessoas iam para lotes comerciais, como bares, e não havia quase ninguém. Agora muito mais Sims aparecem ao mesmo tempo – em torno de 20 – e a simulação é também mais complexa. Tudo é realmente mais vivo.

Outra novidade é a viagem por diferentes mundos. No The Sims 2 e 3 você estava preso a uma vizinhança específica – a não ser que você fizesse uma transferência pelo catálogo. Agora você é livre para conhecer novos lugares, seja Willow Creek ou Oasis Springs, por exemplo.

Essas cidades são enormes, e você pode encontrar Sims diferentes entre centenas de possibilidades em cada lugar a que for. Além disso, os locais comunitários trazem mais objetos com interações variadas do que nos jogos anteriores. É possível editar os lotes a qualquer momento.

Como um Sim vai de um distrito a outro? Existem veículos?

Para viajar, você tem duas opções: clicar no mapa e escolher o local ou simplesmente selecionar diretamente na lista. O Sim chega ao local à pé. Ou seja, ainda não existem veículos disponíveis.

Vimos barcos e bondes em diversas imagens. Eles são só decorativos ou teremos interações com eles?

Tudo que aparece no fundo das vizinhanças é apenas decorativo, para dar mais vida e deixar o mundo mais vivo – incluindo os barcos e bondes.

É possível realmente editar as cidades como nos jogos anteriores?

Quando você clica sobre um lote, existe uma opção de gerenciamento, que serve para mudar o “tipo” dele. Assim, você pode trocar facilmente para que seja um bar, uma casa ou o que desejar. Porém, não é possível fazer edições no mundo como no The Sims 2 e 3.

Podemos esperar uma "Ferramenta Criar-um-Mundo" para o The Sims 4? Quando?

Nós preferimos não focar ainda em ferramentas externas, e sim bastante na jogabilidade, portanto não temos nenhuma previsão se e quando será lançado algo assim. Vale a pena esperar, já que, no caso do The Sims 3, levou um ano para que o CAW fosse lançado.

Quando teremos as piscinas?

Nós sempre escutamos os fãs e prestamos atenção no feedback que nos dão assim que apresentamos cada novidade. Estamos cientes desse desejo.

Sim, as pessoas estão ansiosas para assassinar alguns Sims na piscina, você sabe…

(Risos) Sim, os jogadores estão sempre procurando formas de matar seus Sims, e essa é definitivamente a mais clássica. Entretanto, ainda há uma quantidade enorme de mortes diferentes. É possível torturar e causar a morte dos Sims de várias formas novas. Com as emoções, você pode realmente usar o exagero para matar alguém de rir, por exemplo.

Será possível construir um porão na casa?

Ainda não temos algo assim. Nós nos preocupamos em trazer coisas realmente novas para o modo de construção de casas, como paredes de várias alturas, telhados com curvaturas personalizadas e a possibilidade de puxar os cômodos de um lugar para o outro.

Levando em conta que as emoções são muito importantes para os Sims, existem memórias boas ou ruins, que podem influenciar um personagem pelo resto da vida dele?

É interessante quando você fala em memórias boas e ruins, pois nos jogos anteriores você dependia disso. Quando um Sim não se sentia bem, ele não queria fazer nada e os jogadores queriam corrigir isso imediatamente — agora não é mais assim. As emoções trazem uma variedade enorme de possibilidades e as memórias funcionam junto com elas.

Digamos que um Sim passou por um momento muito embaraçoso, como fazer xixi nas calças em público. Ele vai imediatamente fugir e se esconder em algum lugar. Mas se você, como jogador, quiser capturar aquele momento para a vida dele, é possível tirar uma foto e classificá-la como uma lembrança ruim. Assim como se um Sim for promovido, é possível colocar como uma boa memória e fazê-lo se sentir realmente bem com isso.

Não teremos nenhum ser sobrenatural?

No jogo-base não teremos nenhum ser sobrenatural. No momento, nós optamos por expandir o jogo por outros caminhos. Por exemplo: nos mundos existem vários locais místicos, com objetos mágicos, como uma árvore com um buraco com coisas escondidas dentro. Existe muita coisa a ser explorada, trazendo experiências bastante interessantes e mágicas, mas nada sobrenatural.

O The Sims 4 permite salvar os jogos na nuvem?

Os salvamentos ocorrem somente de forma local. O que temos como recurso online é a Galeria, em que se pode compartilhar todo tipo de conteúdo, como Sims, casas e até um cômodo específico.

O que ocorre se alguém compartilhar algo com conteúdo personalizado na Galeria?

Nós achamos importante para muitos jogadores e incentivamos a criação de conteúdos personalizados. Inclusive já vimos na demo de criação de Sims diferentes camisetas com logos novas, por exemplo.

A imagem do conteúdo vai aparecer normalmente na galeria, mas ele não estará incluso, pois não queremos que os jogadores acidentalmente baixem itens indesejados para o jogo. O que é possível fazer é usar o campo de descrição para avisar aos outros jogadores que é possível encontrar os “CCs” necessários em determinado site, por exemplo. Assim, quando eles o baixarem, terão o conjunto completo e compatível.

Existe uma discussão sobre o jogo ser mais leve do que o The Sims 3. O que você pode dizer sobre isso?

Foi feita uma otimização realmente muito grande, especialmente com a limitação dos mundos e a retirada da ferramenta “Criar-Um-Estilo”. O jogo está bastante suave e é garantido que vai rodar na maior quantidade possível de computadores.

Confira abaixo os requerimentos do jogo:

  • OBRIGATÓRIA: É necessária uma conexão à internet para ativar o produto
  • SISTEMA OPERACIONAL: Windows XP (SP3), Windows Vista (SP2), Windows 7 (SP1), Windows 8 ou Windows 8.1
  • PROCESSADOR: Intel Core 2 Duo a 1,8 GHz , AMD Athlon 64 Dual-Core 4000+ ou equivalente (para computadores que utilizem chipsets gráficos incorporados, o jogo requer Intel Core 2 Duo a 2,0 GHz, AMD Turion 64 X2 TL-62 a 2,0 GHz ou equivalente)
  • MEMÓRIA: Pelo menos 2 GB de RAM
  • DISCO RÍGIDO: Pelo menos 9 GB de espaço livre com pelo menos 1 GB de espaço adicional para conteúdo personalizado e jogos salvos.
  • DVD-ROM: Unidade CD/DVD ROM necessária apenas para a instalação
  • PLACA DE VÍDEO: 128 MB de Video RAM e suporte para Pixel Shader 3.0. Placas gráficas suportadas: NVIDIA GeForce 6600 ou melhor, ATI Radeon X1300 ou melhor, Intel GMA X4500 ou melhor
  • PLACA DE SOM: Compatível com DirectX 9.0c
  • DIRECTX: Compatível com DirectX 9.0c
  • PERIFÉRICOS: Teclado e mouse

The Sims 4 estará disponível em versões física e digital e será iniciado por meio do Origin, da EA.

Cupons de desconto TecMundo: