Os gráficos dos “jogos do futuro” irão se parecer, de algum modo, com as imagens exibidas pelo clipe postado acima? Apesar de ter tido como intenção apenas simular uma partida de FIFA com jogadores de carne e osso, Marius Hjerpseth, criador do vídeo, tem despertado outras discussões: estaria a comunidade gamer vislumbrando a experiência que as próximas gerações poderão oferecer? Assista à partida e tire suas conclusões.

Popular no YouTube por publicar vídeos de jogatinas relacionados a jogos de esportes, Hjerpseth conquistou espectadores ao colocar em campo os próprios funcionários da EA. Exatamente: o jovem e criativo editor, após ganhar notoriedade a partir da postagem de suas partidas, foi contatado pela desenvolvedora de FIFA. “Comecei a produzir vídeos aos 17 anos e, na época, recebi uma proposta de emprego por parte da EA”, conta Hjerpseth.

Produção

Trabalhando atualmente como freelancer da companhia, o gamer explica também que a ideia de fazer versões “reais” de FIFA foi sugerida por ele à diretoria da EA. “Depois de receber a aprovação de meu chefe, comecei então a planejar a produção do vídeo. Todos os jogadores que aparecem são funcionários da EA – alguns deles foram até jogadores profissionais. Nomes conhecidos como Chukwuma Morah, gerente de comunidades da companhia, estão presentes no vídeo”, explica o editor.

Ao todo, 16 meses foram gastos durante a produção do vídeo “Future FIFA (Real-Life Video Game). Ainda conforme explica Hjerpseth, as gravações em si não consumiram grandes esforços; a logística por trás da empreitada é que foi a responsável por exigir mais atenção por parte do youtuber. “O trabalho duro foi a pós-produção. Não sei dizer quantas horas a mais trabalhei fora do meu turno durante 4 ou 5 meses. Toda a edição foi feita por mim. As ilustrações precisaram ser criadas do zero”, comenta Hjerpseth.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: