Quem é fã da EA provavelmente já percebeu que a empresa está dando cada vez menos atenção ao 3DS e o PS Vita, enquanto aposta mais e mais nos smartphones e tablets. Isso não é coincidência: segundo o chefe da EA Sports Peter Moore ao GamesIndustry International, a companhia realmente decidiu desistir do mercado de consoles dedicados.

O motivo para isso existe, é claro. Na entrevista, Moore explicou que tudo é uma questão de priorizar o mercado que parece mais promissor:

“Nós dávamos suporte para ambas as plataformas, mas então você tem recursos finitos e você tem times que dizem ‘Nós realmente achamos que, daqui a dois ou três anos, essas são as plataformas em que as pessoas vão estar consumindo.’ E você olha para a qualidade do que você pode fazer nos celulares e tablets... Algumas vezes estratégia não é sobre o que você faz, mas sobre o que você não faz, e você tem que fazer algumas decisões difíceis quando você tem apenas um tanto de pessoas. Meu ponto é, você tem que estar planejando para os anos fiscais de 17 e 18. Você acha que o Vita e o 3DS vão estar por aqui de alguma forma até lá em um nível de escala?”

Smartphones vs portáteis

Analisando a declaração de Moore, não há como negar que ele tem um ponto interessante. Mas será que os consoles de games portáteis estão mesmo fadados a um nicho, no futuro? Considerando que há um público relativamente grande no mercado e que até 2018 provavelmente veremos os sucessores do 3DS e do Vita chegando às lojas, é difícil ter uma previsão. Afinal, eles podem mudar completamente como está o crescimento da área.

E você, o que acha da situação? Deixe suas opiniões e previsões nos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: