O preço do PlayStation 4 no Brasil é bastante salgado, já sabemos – de 60 a 70% do valor de R$ 4 mil são fruto das taxas de importação impostas pelo nosso governo. Na época de lançamento dos consoles de nova geração da Sony e Microsoft, o PS4 podia ser adquirido por US$ 399 (EUA); o Xbox One saia por 100 dólares a mais (por US$ 499, portanto). Mas como os executivos da companhia japonesa se comportaram ao se deparar com a publicação de que seu concorrente seria mais caro que o famigerado PlayStation 4?

“Eu não vou mentir”, disse Scott Rohde, um dos chefes dos estúdios americanos da Sony, em resposta à pergunta. “Lembro exatamente onde eu estava: nos reunimos em uma sala para ensaios de conferências. Tivemos a impressão de que a Microsoft iria anunciar o preço de US$ 499 para o Xbox, mas não tínhamos certeza. Então, sim; estávamos ‘saltitando’ pelos corredores e distribuindo ‘high fives’. Foi ótimo. Qualquer pergunta pôde ser respondida com ‘US$ 399’. Esta era nossa resposta 'padrão'”, confessou Rohde.

O lançamento de edições sem o Kinect e conseguinte redução de preço não impressionou o executivo. “Honestamente, sempre pensamos que a Microsoft iria, em algum momento, anunciar o Xbox One sem a câmera. E estávamos esperando por isso devidamente preparados”, comentou também Rohde. Seria o preço de fato um aspecto determinante para a escolha de um console em terras estrangeiras?

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: