Após a revista alemã GameStar afirmar que a Crytek está em uma situação financeira delicada e pode falir em breve, a empresa veio à público para desmentir essas informações. “Apesar do que muitos veículos estão afirmando, muito disso baseado em um artigo publicado pela GameStar, a informação em si não passa de um rumor que nós negamos”, afirmou a companhia em uma declaração enviada à Eurogamer.

“Continuamos a nos focar no desenvolvimento e publicação dos títulos Homefront: The RevolutionHunt: Horrors of the Gilded AgeArena of Fate e Warface, além de providenciar suporte à CryEngine e àqueles que a licenciaram”, complementa a companhia. “Tivemos uma resposta muito positiva durante a E3, tanto por parte da imprensa quanto dos jogadores, e queremos agradecer aos nossos empregados fiéis, fãs e parceiros de negócios por seu apoio contínuo”, finaliza.

Além de trabalhar no desenvolvimento de títulos próprios, a companhia também é conhecida por providenciar ferramentas para que outros estúdios trabalhem em projetos próprios. Os rumores de que o estúdio estaria passando por problemas tem como base um suposto fracasso financeiro de Ryse: Son of Rome, que não teria vendido o suficiente para justificar a contratação de funcionários necessária para que a Crytek terminasse o game a tempo de sua data de lançamento.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: