(Fonte da imagem: Divulgação/Hanakai)

Para aqueles que acham interessante conceitos de interação como os de Skylanders e Disney Infinity, mas gostariam de ver um jogo um pouco menos cartunesco baseado no sistema, Prodigy pode ser a resposta.

O game da desenvolvedora francesa Hanaki Studio, que combina o uso de figuras de 6 cm sobre um tabuleiro eletrônico e batalhas virtuais no PC, cumpriu com sucesso sua meta de financiamento de US$ 100 mil no Kickstarter, no último sábado, menos de três dias após sua proposta ter sido apresentada no site.

Prodigy é um RPG de batalha em turnos em que se controla equipes de personagens através de miniaturas e cards sobre um board físico, dispensando uso de teclado, mouse ou joypad. Como comentou Jean Bey, da Hanakai, sobre o sistema: “Há um elo verdadeiro entre objetos reais e coisas virtuais”.

Tabuleiro, cards e miniaturas

Em resumo, funciona assim: o jogador coloca a miniatura do personagem que escolher em cima do tabletop organizado em “grade” e combina cards para habilidades especiais e ataques. No total, cada oponente tem oito cards diferentes para combinar: Ataque, Defesa, Poder, Tempo, Vontade, Mente, Foco e Fluidez.

Para cada lado, sete miniaturas representando personagens de habilidades únicas e história própria estão disponíveis. O estúdio promete disponibilizar 23 personagens diferentes durante o lançamento e continuar criando novos após a estreia do jogo.

(Fonte da imagem: Reprodução/Kickstarter)

O tabuleiro eletrônico criado para o jogo é um elemento muito interessante do projeto. “Você precisa desse tabuleiro para jogar. Ele não existe em nenhum outro lugar. Ele é bastante intuitivo, fácil, de rápida resposta. É um tabuleiro muito complexo, e, apesar de parecer simples, ele identifica tudo o que você faz”, explica Bey.

Projeções futuras

De acordo com o desenvolvedor, o board também deve funcionar para consoles, caso o título seja portado no futuro. Segundo suas declarações durante a GDC 2014, ele está com a “mente aberta”, caso outros estúdios queiram usar o board para seus próprios jogos.

A Hanakai até agora não falou de nenhum objetivo financeiro adicional pós-meta, como é comum que se faça quando o marco é atingido muito rápido em campanhas de financiamento coletivo, mas ainda há muitas recompensas disponíveis para doações de maior valor. Ao doar US$ 5 mil, por exemplo, você pode criar seu próprio personagem e tê-lo inserido no game.

Prodigy é baseado em Unreal Engine 4, uma decisão que, segundo Bey, em termos de plataforma, foi tomada “olhando para o futuro”. A expectativa para o término do período de desenvolvimento do game é para o final 2015. Por enquanto, apenas a versão para PC foi confirmada.

Cupons de desconto TecMundo: