Desde sempre, um dos principais argumentos dos defensores do Windows quando discutem suas preferências com os usuários de computadores Apple é: “Não existe jogo para Mac”.

A rigor, esse sempre foi um falso pressuposto, com diversos jogos interessantes e divertidos disponíveis para o Pomar, como o excelente e viciante Zuma, da PopCap Games, até o famosíssimo World of Warcraft, da Blizzard.

Porém, tirando alguns poucos títulos mais famosos, quem procurava jogos novos e lançamentos do mundo dos games para um Mac realmente se decepcionava. Não existia – e em muitos casos ainda não existe – interesse de alguns desenvolvedores em produzir versões de seus principais produtos para o Mac OS X.

Apesar de a vontade de jogar em um Apple ter sido sanada de diversas formas – desde jogos simples até virtualizações como as feitas pelo CrossOver –, a maioria dos gamers que trabalhava em Macs acabava por manter um PC Windows em casa apenas para a diversão.

MacBookQuando, em 2005, a Apple anunciou que seus computadores passariam a contar com processadores Intel – os mesmos, ou pelo menos semelhantes, que equipavam a maioria dos PCs Windows – um brilho de esperança surgiu em muita gente que se virava para poder jogar e trabalhar em um Mac.

Infelizmente a coisa não funcionou exatamente como se esperava, uma vez que a grande maioria dos lançamentos de jogos continuou sendo feita apenas para Windows. Mesmo assim, a esperança e o desejo do macmaníacos de jogar em seu iMac sem precisar de adaptações ou sofrer com performance diminuída não morreu.

A todo vapor

O cenário dos Mac-gamers começou a mudar recentemente. Mais precisamente no dia 12 de maio, quando uma nova fruta apareceu no pomar: o Steam. Mesmo não sendo um jogo em si, o Steam trouxe para os Apple fanáticos um novo horizonte quando se trata de games.

Praticamente idêntico à versão para Windows, o aplicativo facilitou para os grandes desenvolvedores de jogos - que ainda não faziam o transporte de seus softwares do Windows para o Mac - perceberem que existe demanda por algo além dos jogos casuais e MMOs.

PortalO primeiro grande título a chegar ao Mac pelo Steam foi Portal. O quebra-cabeças em primeira pessoa foi temporariamente disponibilizado gratuitamente – tanto para Mac OS quanto para Windows – para comemorar a chegada da plataforma ao pomar.

Gráficos!

Uma das principais preocupações de qualquer gamer sério é a qualidade dos gráficos e das animações dos jogos. FPS (“frames-per-second”, ou quadros por segundo) é normalmente a principal medida de desempenho gráfico utilizada pelos especialistas.

Windows 7 versus Mac OS X

O site Tom´s Hardware – especializado em testes de computadores e outras medições relacionadas a equipamentos – realizou um comparativo entre o desempenho de Portal rodando tanto no ambiente Microsoft quanto no Snow Leopard.

Utilizando um MacBook Pro e um computador montado especialmente para rodar jogos, o pessoal do Tom´s Hardware instalou o Windows 7 e o Mac OS X em ambas as máquinas, e conseguiu os seguintes dados:

Tabela comparativa do desempenho entre Mac OS X e Windows 7. Fonte: Tom´s Hardware

Como você conferiu, o Windows ainda é mais eficiente em apresentar os gráficos dos jogos quando comparado ao Mac OS X. Em configurações mínimas, o ambiente Microsoft atinge praticamente o dobro da taxa de FPS que o sistema da Apple, e em configurações avançadas, mesmo que a diferença diminua, a vantagem ainda reside em Redmond.

DirectX e OpenGL

Esses dois nomes são – provavelmente – a razão pela disparidade entre os resultados gráficos no embate Mac OS X versus Windows 7. Enquanto a Microsoft há anos publica drivers e atualizações do DirectX para jogos, as versões para Mac foram transportadas para o ambiente OpenGL favorecido pela Apple há poucas semanas.

Com isso, é de se esperar que o desempenho na renderização das imagens sob o OpenGL não seja comparável à realizada pelo DirectX. Ainda assim, os valores apresentados no Snow Leopard não tornam o jogo inviável, permitindo aproveitar Portal com relativa qualidade.

A grande questão – aparentemente já respondida pela Valve, desenvolvedora do Steam – é quanto tempo levará para que as otimizações necessárias para equiparar a qualidade gráfica dos jogos no Mac e no Windows aconteçam.

Portal, no Windows e no Mac através do Steam

Portal, título de referência da plataforma de jogos no Mac, já recebeu suas primeiras atualizações voltadas a esse problema, e outros títulos disponíveis no Steam também já estão consolidando as alterações necessárias para migrar com graça e qualidade para o ambiente OpenGL.

O Mac gamer

Ainda é cedo para dizer que os computadores da Apple serão uma alternativa viável e equivalente a um PC baseado em Windows para quem quer estar sempre no topo da pirâmide do entretenimento.

Steam chega ao Mac OS XMesmo com o Steam provando que é possível jogar no Mac sem sofrer para encontrar títulos interessantes, ainda há um longo caminho a ser percorrido até que o catálogo do pomar seja tão vasto – e valioso – quanto o existente para Windows.

Provavelmente esse dia chegará antes que se perceba, já que a Blizzard (World of Warcraft, Diablo e Starcraft) e outras gamehouses estão comprometidas em trazer para o Mac o entretenimento que faltava aos computadores da Apple. A Valve e seu Steam são apenas o começo de mais uma revolução no mundo de Steve Jobs.

Cupons de desconto TecMundo: