(Fonte da imagem: Divulgação/G4Box)

A G4Box implantou novas tecnologias que reforçam o combate a softwares ilegais em seus jogos, e os recursos já podem ser conferidos no game CrossFire.

Utilizando-se de um método especial, que coleta dados anônimos dos computadores conectados aos servidores do jogo, é possível identificar e punir jogadores que fazem uso de programas ilegais. Quem for pego agindo de má fé, além de ter a conta permanentemente bloqueada, não conseguirá criar novas contas no jogo, tendo dificuldade ainda para acessar outros títulos que compartilhem esse mesmo sistema.

“O jogador que for pego burlando regras graves do jogo passará para a lista negra do sistema e não poderá criar contas no CrossFire. Além disso, ele poderá ter dificuldades para se cadastrar em outro game ou qualquer serviço online que compartilhe o mesmo sistema. É como ter o nome sujo no SPC, só que irreversível”, afirma Carlos Eduardo Corrêa, produtor de CrossFire na América Latina.

Cupons de desconto TecMundo: