(Fonte da imagem: Reprodução/TimesofIsrael)

Quando qualquer tipo de bizarrice acontece nos telões da grande mídia, logo a célebre piada vem à tona: “Só pode ser culpa do estagiário...”. Na realidade, pouco interessa a quem se deve imputar a responsabilidade pelo ato falho. Fato é que o erro foi ao ar, certamente foi visto por um ou outro espectador mais atento e com certeza vai gerar alguma repercussão.

E foi isto que aconteceu há alguns dias em um telejornal da Dinamarca: a imagem de Damasco, capital da Síria, foi colocada como plano de fundo em uma das reportagens sobre os conflitos no país asiático. Mas, em vez de inserir uma foto real – e atual – da cidade, algum assistente acabou estampando no noticiário a imagem de Damasco de Assassin’s Creed (provavelmente esta aqui).

A TV2, emissora do ocorrido, admitiu nesta semana o erro cometido em fevereiro deste ano. De acordo com o jornal Times of Israel, “um dos empregados da TV encontrou a imagem na internet e pensou que a foto representava o céu de Damasco”.

Isso até que é comum...

Este não é o primeiro deslize do tipo. Em maio, a BBC acabou usando o símbolo da United Nations Space Command (UNSC) de Halo para ilustrar a postura do Conselho de Segurança da ONU (também de sigla UNSC) com relação à tensão no Oriente Médio.

Em 2011, um documentário produzido pela UK TV network ITV cometeu um erro semelhante. Lá pelas tantas do relato supostamente verossímil, uma cena do game Arma 2 foi inserida – nela, o Exército Republicano atira contra um helicóptero britânico, simulando uma ocorrência real.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: