(Fonte da imagem: iStock)

O anúncio do PS4 e de seu enorme foco em distribuição digital deixou muitos fãs dos discos preocupados: será que a mídia física está com os dias contados? Segundo Jim Ryan, chefe da divisão europeia da Sony, isso está longe de ser verdade.

Em uma entrevista ao IGN, Ryan afirmou que os discos ainda são o foco principal do PS4 em um futuro próximo (o que, de acordo com eles, quer dizer pelos próximos cinco anos, aproximadamente). E o motivo para isso é que os jogos de PS4 vão tomar tanto espaço que em muitas partes do mundo baixá-los se torna simplesmente inviável.

“Nós encorajamos os estúdios a usarem tanto do BD50 (o Blu-Ray de 50 GB) quanto puderem – algumas dessas coisas chegam a 45 giga. Se você for para o sul da Europa, onde temos negócios grandes e importantes, pode levar três dias com uma conexão-padrão de internet para baixar um arquivo desse tamanho, e isso não é divertido.”. Por isso, fãs dos discos, caixinhas e manuais impressos podem respirar tranquilos por mais algum tempo.

Digital cada vez mais forte

Se por um lado a mídia física ainda é a principal no PS4, por outro a Sony já deixa claro que pretende focar cada vez mais na área da mídia digital, optando por discos apenas em títulos de grande porte.

Em uma entrevista ao The Guardian, Shuhei Yoshida, presidente da Sony, afirmou que o novo console “será similar ao PS Vita em que todos os jogos estarão disponíveis para download digital, e alguns também estarão disponíveis em disco”.

Com isso, Yoshida espera que seja possível trazer games menores para a loja do PS4. Além disso, ele dá dicas de que, com isso, podem ser inseridos serviços como títulos free-to-play e até mesmo opções de inscrição (nos moldes da Plus, talvez?). Porém, teremos que esperar mais para saber se isso vai mesmo se tornar verdade.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: