PartinG, durante uma das competições (Fonte da imagem: Team Liquid)

Os Jogos Olímpicos são conhecidos por sua excelência, ou seja, a superioridade técnica dos atletas em cada modalidade competida. Quem participa de uma Olimpíada precisa treinar diariamente por horas, a fim de obter o melhor desempenho possível.

Mas podemos encontrar também tamanha dedicação em pessoas que participam de campeonatos profissionais de games. O sul-coreano Won Lee-sak (conhecido como PartinG), por exemplo, campeão mundial de StarCraft 2, treina 10 horas todos os dias, ou 3,5 mil horas por ano para obter bons resultados nas disputas.

Isso equivale a 1,5 mil horas a mais de treino do que a rotina de um nadador profissional como Thiago Pereira, medalha de prata na Olimpíada de Londres deste ano, de acordo com as informações do jornal Folha de São Paulo.

Won disse à Folha que sua rotina é mais puxada que a da maioria dos atletas de outros esportes e que muitos pensam que o seu treino é fácil apenas porque sua profissão é jogar video game.

Treinos físicos e isolamento

Won faz parte da StarTale, uma equipe profissional com sede em Seul que tem prédio próprio para acomodar os jogadores. O local funciona como um centro de treinamento onde 16 jogadores compartilham quartos e computadores e raramente deixam o prédio.

E, ao contrário do que acredita o senso comum, os jogadores profissionais fogem do estereótipo: são magros e bem-condicionados. Isso é causado pela rotina de treinamento que inclui exercícios físicos como corrida, natação e levantamento de peso.

Um detalhe curioso da rotina de treinos: alguns jogadores enfiam as mãos dentro de sacos cheios de areia e mexem bem os dedos por alguns minutos para melhorar a habilidade com mouse e teclado.

Cupons de desconto TecMundo: