(Fonte da imagem: Divulgação/NaturalMotion)

Você já deve ter percebido que os chamados jogos “Free-to-Play” estão se tornando uma tendência cada vez mais constante no mercado, sobretudo em dispositivos móveis. Embora os games pagos ainda existam em abundância, a quantidade de lançamentos gratuitos vem crescendo consideravelmente nos últimos anos. Mas a pergunta é: por quê?

Embora tenhamos a sensação de que vamos jogar sem pagar nada, esse formato é tão lucrativo quanto aquele que nos faz desembolsar alguns trocados da carteira. Prova disso é o jogo CSR Racing, disponível para iOS e que conseguiu arrecadar nada menos do que US$ 12 milhões em pouco mais de um mês.

A fórmula para isso não é segredo para ninguém. De acordo com a própria desenvolvedora do título, a NaturalMotion, o serviço de monetização utilizado por eles via App Store é a chave do sucesso, pois a empresa oferece diversos conteúdos extras — os quais o jogador pode comprar para melhorar sua experiência durante as corridas.

(Fonte da imagem: Divulgação/NaturalMotion)

Além disso, o diretor-executivo do estúdio, Torsten Reil, reforça a ideia de que esse modelo é apenas uma das peças que justificam o sucesso de CSR Racing. Segundo ele, além dos carros exclusivos, o game também contou muito com o chamado marketing orgânico, ou seja, o bom e velho boca a boca. Isso fez com que a produtora não gastasse praticamente nenhum centavo com divulgação, já que os próprios jogadores faziam questão de falar sobre o jogo aos seus amigos.

Para provar que o Free-to-Play é realmente uma tendência a ser seguida em um futuro muito breve, o site The Verge decidiu comparar alguns números. Como a página relembrou, Infinity Blade II é pago e foi considerado o lançamento mais rentável já feito pela Epic Games, arrecadando um total de US$ 5 milhões em apenas um mês na App Store. Por outro lado, CSR Racing está há apenas seis semanas na loja da Apple e já conseguiu ir além do dobro desse valor.

Fonte: Pocket Gamer, The Verge

Cupons de desconto TecMundo: