(Fonte da imagem: iStock)

É fácil pensar em ótimos jogos para PC. Porém, a situação fica um pouco mais complicada quando você está utilizando um notebook – afinal, eles costumam perder em desempenho para um desktop, além de serem mais suscetíveis a problemas como superaquecimentos.

Mas então que jogos valem a pena para quem só tem um computador portátil que não é voltado para games? Pensando nisso, o Tecmundo preparou uma lista com alguns dos melhores títulos do mercado que vão rodar bem até mesmo em um notebook simples.

Bastion

O mundo acabou. Com a chegada da Calamidade, tudo o que sobrou foram migalhas. Mas você, no controle de um dos únicos sobreviventes do evento, tem a chance de fazer tudo voltar ao normal, graças ao Bastion, uma construção capaz de reconstruir o que foi perdido.

Para isso, você vai precisar atravessar os poucos locais que resistiram à Calamidade, derrotando inimigos perigosos com armas que vão de pistolas e metralhadoras a espadas e canhões laser. Tudo na tentativa de coletar os cristais capazes de energizar o núcleo da construção.

Braid

Ao ver Braid pela primeira vez, você provavelmente vai pensar que está vendo um game de plataforma no estilo de Mario. Mas não se engane: este jogo indie traz uma mecânica de controle de tempo que cria vários puzzles desafiadores.

Além de poder voltar ou acelerar o tempo livremente, cada mundo visitado por você é afetado pelo tempo de forma única. Em um deles, seu personagem pode criar áreas onde tudo ali dentro fica mais lento; em outro, é possível criar clones do protagonista para ajudar a resolver os quebra-cabeças em seu caminho.

Dead Space

O que parecia apenas mais um dia de trabalho para o engenheiro de manutenção Isaac Clarke acaba se mostrando uma aventura sombria e macabra em Dead Space. Nesta mistura dos gêneros de tiro e “survival horror”, o protagonista, enviado para consertar os sistemas de uma nave de mineração, se vê atacado por estranhos seres alienígenas e precisa fugir de lá a todo custo se quiser sair vivo.

Se você quiser sobreviver, é melhor pensar rápido: os monstros são muitos, saltando das sombras sem aviso para tentar matá-lo. E tudo o que seu personagem tem para se defender são equipamentos improvisados, como uma solda de plasma e um disparador de rebites.

Diablo III

Diablo está de volta, depois de mais de uma década em desenvolvimento. O famoso RPG de ação traz o retorno de tudo que fez sucesso na série, mas com gráficos melhorados. Agora, é possível escolher entre as classes Bárbaro, Bruxo, Mago, Monge e Caçador de Demônios, que sucedem os personagens dos títulos anteriores.

Left 4 Dead 2

Se você quer se preparar para o apocalipse zumbi, Left 4 Dead 2 pode ser um bom treino. Este FPS coloca o jogador no controle de uma das poucas pessoas que resistiram a um poderoso vírus que transformou a humanidade em um bando de devoradores de cérebro e que tentam simplesmente sobreviver.

Durante a aventura, você vai precisar cumprir diversos objetivos, tanto no modo single quanto multiplayer, que variam de resgatar prisioneiros a conseguir mantimentos. E, é claro, é necessário fazer isso enquanto uma horda de monstros está na sua cola.

O game também apresenta diversos tipos de zumbis, desde os clássicos mortos-vivos dos filmes até criaturas como o Hunter, que salta em direção aos jogadores, o super-resistente Tank e a temida Witch, capaz de derrotar um grupo inteiro sozinha.

Minecraft

Um mundo completamente feito de blocos, com liberdade para que você faça o que quiser; isso é Minecraft. Nele, é possível construir fortalezas, explorar cavernas gigantes, juntar riquezas, viajar por cenários incríveis e até mesmo jogar com outros amigos, em modos de construção livre ou sobrevivência.

É importante avisar que, de todos os itens da lista, o famoso game de blocos virtuais é certamente o mais pesado para a sua máquina, acredite se quiser. Embora ele funcione com facilidade em um desktop comum, notebooks tendem a sofrer para executá-lo acima das configurações mínimas. Rodá-lo na qualidade máxima tende a superaquecer seu computador com facilidade, principalmente se outros aplicativos estiverem abertos.

Need for Speed World

O que pode ser melhor do que disputar corridas alucinantes regadas a muito nitro com carros tunados? Que tal fazer isso com outros jogadores espalhados pelo mundo todo? É isso que este MMO de corrida oferece.

Em Need for Speed World, todos os carros que você encontrar são conduzidos por outros jogadores. É possível desafiá-los para todo o tipo de disputa, em que é possível abusar de power-ups e itens especiais para aumentar suas chances de vitória.

Portal 2

A continuação de um dos mais famosos puzzles em primeira pessoa, Portal 2 mostra a volta de Chell, a protagonista silenciosa, assim como da carismática vilã-robô GLaDOS, ao mundo de experimentos da Aperture Science.

Como toda boa continuação, Portal 2 expande a jogabilidade de seu antecessor, trazendo novas mecânicas, como géis que permitem que nossa heroína salte muito mais alto ou corra a altíssimas velocidades. O game também conta com um modo multiplayer cooperativo com puzzles ainda mais complexos para aqueles que querem um desafio extra.

Rayman Origins

A mais nova aventura de Rayman realmente volta às origens, como seu nome entrega: no lugar dos cenários em 3D, Origins segue o sistema de plataforma 2D em side scroller, mas com gráficos impressionantes que trazem a impressão de terem sido feitos “à mão”.

Trine