A Mojang não vai comparecer na Electronic Entertainment Expo (E3) deste ano. Isso implica em dizer que a empresa estaria boicotando o evento? Errado. Recentemente, depois de a desenvolvedora ter anunciado a sua não ida à feira, o site MCV publicou um artigo dizendo que a empresa de Markuss Persson estaria boicotando, em protesto ao apoio que o ESA deu ao SOPA (Stop Online Patriot Act).

Nessa mesma reportagem, Carl Manneh, uma das principais mentes por trás de Minecraft, teria dito: “a organização por trás do evento apoia a iniciativa SOPA (...) e nós somos contra ele, portanto, não temos vontade de dar apoio a quem apoia ela. Por isso, não vamos”. As declarações da Manneh não falam exatamente em “boicote”. Por essa razão, o site Kotaku procurou o produtor para esclarecer a questão.

A Mojang, então, resolveu se pronunciar novamente: “Nós não estamos boicotando a E3, nós simplesmente não iremos”. Tirando isso, a principal razão pela qual a desenvolvedora não comparecerá ao evento é logística. Uma vez que ela se trata de uma empresa pequena, caso compareça à E3, todos os funcionários irão. Isso implicaria em parar todos os trabalhos que estão sendo realizados.

Manneh aproveitou para confirmar que a Mojang pretende participar da PAX Prime deste ano, que ocorrerá a partir do dia 31 de agosto. Então, podemos concluir que a desenvolvedora não tem muito interesse na E3 e, depois dessa desculpa um pouco esfarrapada, só quis consertar um possível exagero da imprensa.

A Electronic Entertainment Expo deste ano ocorrerá entre os dias 5 e 7 de julho deste ano, na cidade de Los Angeles (EUA). O BJ vai enviar uma equipe especial para cobrir todo o evento e trazer em primeiríssima mão todas as informações mais quentes. Não perca!

Fontes: Kotaku, MCV

Via BJ