Não é realmente curioso como estamos passando por uma era em que o que era para ser real não é? Ou melhor: fazemos questão de sempre fugir da realidade o quanto podemos.

Os jogos de simulação é um dos gêneros hoje de maior apelo junto ao público. Isso porque, como o nome já sugere, o foco desses games é simular as mais diferentes situações da vida real.

É claro que o PC foi o principal atingido pela quantidade de jogos do gênero. E essa variedade vai desde minúcias da contabilidade de uma empresa até os intrincados controles de uma aeronave. 

Dessa forma, por mais incrível que pareça, os jogos de simulação prestam realmente serviços importantes funcionando como uma base de treinamento tanto para motoristas quanto para pilotos de avião. É claro que, o conceito que veio por primeiro, de diversão, também está presente, dando chance aos jogadores de comandar um transatlântico, um Boeing e até um carro de Fórmula 1.

Brincando de dirigir
Atrás do volante

Um dos mais comuns e tradicionais jogos de simulação são os de corrida. Isso porque coloca os jogadores atrás de um volante e faz com que grande parte da emoção seja passada através de ótimos efeitos de velocidade (como o motion blur).

Com certeza o game de corrida mais comum e também mais famoso para PCs é o Need for Speed. Essa série da Electronic Arts sempre foi um eterno sucesso (apesar de estar tendo problemas em seus últimos títulos) e traduz muito bem a sensação de estar em uma máquina possante de corrida, aceitando desafios, cantando pneus e dando frio na espinha após ultrapassar uma velocidade que é, digamos, “comum”.

O novo título da série Need for Speed (ainda não lançado): Shift!

Outro grande sucesso que acabou indo para os consoles, mas que teve seu nome marcado nos computadores foi a série Grand Theft Auto. O game coloca o jogador na pele de um ladrão de carros que deve cumprir missões nada politicamente corretas.

Que tal então botar o pé na estrada? Simuladores extremamente realistas tentam mostrar como é estar no lugar de um motorista de caminhão em 18 Wheels of Steel, viajando pelos Estados Unidos para entregar encomendas. Mas se o seu sonho sempre foi ser motorista de ônibus, com certeza precisa conhecer o Bus Driver. Nele você tem o pacote completo: pegar passageiros, seguir o trajeto e cumprir horários.

18 Wheels of Steel: Simulação bem realista de caminhões.


Brincando de voar
Asas para a imaginação

Quem nunca desejou em comandar um caça da aeronáutica, ou pilotar um gigantesco Boeing 747? Graças aos simuladores de vôo todos podem realizar esse sonho, ou pelo menos ter um gostinho do que seria controlar um avião.

Cada vez mais reais (que já deram margem para algumas tragédias), os simuladores de vôo  reproduzem os aspectos técnicos do controle de uma aeronave, de simples planadores ao ônibus espacial (que conta com uma das maiores máquinas de simulação do mundo).

O Microsoft Flight Simulator é o

O carro chefe desse segmento é sem sombra de dúvida o Microsoft Flight Simulator, cuja reprodução da cabine e da física de vôo servem como verdadeiras bases de treinamento para os futuros pilotos, que acumulam horas nos simuladores antes de embarcarem nos aviões.

A precisão é tanta que pessoas sem qualquer contato com aviões reais, podem realmente adquirir algum conhecimento das máquinas e dos comandos básicos de pilotagem somente através desses programas, como foi o caso recente da queda do avião na cidade de Goiânia.

Segundo informações da polícia o piloto do avião, Kleber Barbosa da Silva nunca havia pilotado um avião real, entretanto era um ávido utilizador de simuladores de vôo, outro caso de repercussão mundial foi o dos atentados de 11 de setembro de 2001, quando um grupo de terroristas da al-Qaeda se preparam para o atentado utilizando simuladores que reproduziam os comandos das aeronaves e as rotas utilizadas.

 

Brincando de guerra
Braço forte, mão amiga

Outro tipo de simulador que arrebanha uma grande legião de fãs são os que envolvem as práticas de guerra. De controle de tanques as práticas de combate corpo-a-corpo. Um bom exemplo é o simulador oficial do exército estadunidense.

America’s Army não apenas serve como base de treino para os futuros combates dos Estados Unidos, mas também funciona como uma ferramenta de recrutamento, já que o exército do país distribui o jogo gratuitamente como forma de promover.

Um jogo para treinamento real de exército? America´s Army é no mínimo curioso.

 

Brincando de gerenciar
Mantendo os livros em ordem

RollerCoaster Tycoon: O gerenciador de parques de diversão mais famoso.O tipo de simuladores mais comum mesmo é o de gerência (os chamados managers). Eles procuram reproduzir como são as operações diárias de vários campos — variando desde cenários mais simples como uma lanchonete ou um shopping, até ambientes mais abrangentes e complexos, como cidades ou países inteiros.

Não é difícil de se ver títulos com o nome Tycoon junto. Esses games começaram com simulações mais comuns, como de empresas de transportes, pizzarias e parque de diversões (RollerCoaster Tycoon), até que foram se expandindo para temáticas mais comuns, como zoológicos (Zoo Tycoon) e shoppings (Mall Tycoon); ou nem um pouco comuns, como prisões (Prison Tycoon) e barraquinhas de limonada (Lemonade Tycoon).

Já simuladores como SimCity reproduzem de forma interessante a expansão urbana e a eficiência de algumas políticas públicas, além de oferecem uma boa plataforma de testes para futuros planejamentos para leis de zoneamento urbano (sendo que o jogo é citado inclusive em monografias acadêmicas).


Brincando de vida real
E você pensou mesmo que podia fugir das responsabilidades

Os games, principalmente os que simulam a vida real, podem ser encarados como um meio de fuga. É claro que isso é algo muito mais complexo, mas o fato de os jogadores estarem no comando permite que eles façam praticamente o que quiserem. Sendo assim, jogos que simulam a vida real acabam sendo um meio de realizar desejos difíceis e até de assumir personalidades diferentes.

O mais famoso game de simulação da vida real definitivamente é o The Sims. Isso porque ele é o pacote completo para experiências reais. Você deve criar a sua família, encontrar um bom local para morar, trabalhar, ter relações com outras pessoas, ir para a universidade, sair de férias e todas as coisas mais comuns que encontramos em nossas vidas.