Empresas como a Electronic Arts, Epic Games, Sony, Nintendo e Capcom aparecem em uma lista de apoiadores do SOPA, ato que tem como objetivo fechar o cerco contra a pirataria. A nova lei, que ainda tramita pelo Congresso dos Estados Unidos, vem sendo alvo de polêmica devido aos termos vagos contidos no documento. Além de agir contra sites e serviços que disponibilizam downloads, as empresas também poderiam atacar vídeos no YouTube ou qualquer outra interpretada como violação de direitos autorais.

As desenvolvedoras citadas fazem parte da Entertainment Software Association, um grupo que representa os interesses das empresas junto ao Congresso. Apesar de terem retirado o suporte ao SOPA individualmente, empresas como a Electronic Arts e Sony fazem parte do conglomerado, que é um dos principais apoiadores da iniciativa. A Capcom vai mais além, não comentando o assunto e apenas afirmando que está ao lado da ESA, que representa seus interesses no caso.

De forma a protestar contra o SOPA, o grupo hacker Anonymous já ameaçou hackear a Sony mais uma vez. Artistas e celebridades também engrossam o coro contra a lei, que deve voltar a ser discutida no Congresso a partir de 17 de janeiro.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: