(Fonte da imagem: Divulgação/Capcom)

Trapacear em jogos não é nada saudável, principalmente se a trapaça for realizada de maneira que atrapalhe a experiência de outros jogadores — como no caso dos games multiplayer. E, segundo uma pesquisa realizada por Jeremy Blackburn, da Universidade do Sul da Flórida, o ato de trapacear se espalha como um vírus na comunidade gamer.

Para chegar aos resultados, Blackburn coletou dados de 12 milhões de jogadores conectados ao serviço Steam — cerca de 700.00 desses gamers estavam qualificados como cheaters. Após uma pesquisa profunda nas estatísticas do Steam, Blackburn chegou à seguinte conclusão:

  • Trapaceiros jogam juntos: os jogadores que usam trapaça normalmente são amigos de outros trapaceiros;
  • Trapaça é contagiosa: quanto mais jogadores trapaceiros um jogador normal conhecer, maior será a sua tendência para se tornar um cheater;
  • Trapaceiros são isolados da comunidade: os jogadores que usam trapaça normalmente perdem seus amigos virtuais, como se estivessem sendo colocados em quarentena.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: