Correr nos videogames é uma experiência que vem sendo vivida pelos jogadores há um bom tempo. Desde os primórdios da história dos consoles, os games de corrida divertem e providenciam uma sensação única. Mas, graças à evolução constante da tecnologia, a velocidade ganhou novas possibilidades. Você não está mais limitado a somente escolher um carro e correr. É possível desfrutar de muito mais.

Nos últimos anos, uma franquia chocou muitos jogadores. Trata-se de Need for Speed, nome que se tornou muito popular após o lançamento de diversos jogos. Sem dúvidas, um dos favoritos do público é Need For Speed: Underground. Este jogo simplesmente elevou o patamar dos jogos de corrida, adotando uma temática de “Tunning” (personalização dos veículos) e abusando das cores e efeitos visuais. O resultado? O topo nas vendas e o primeiro lugar entre os demais jogos de corrida.

Com o passar do tempo, diversos outros títulos da franquia começaram a surgir. Uma sequencia para Underground chegou às lojas um ano após o lançamento do primeiro jogo, em 2004. O sucesso também foi estrondoso e diversas inovações tornaram a fórmula do primeiro game ainda melhor. Depois de Underground 2, quem chegou para correr foi Most Wanted, game que é considerado por muitos como o melhor Need For Speed de todos os tempos.

Derrapando na largada

Mas, assim como qualquer bom piloto, há dias, ou épocas, como é o caso de NFS, em que a pista parece não colaborar com o corredor. A franquia começou a demonstrar sua idade avançada em Carbon, jogo que não alcançou o sucesso dos anteriores. Tudo ficou ainda pior com o lançamento de Pro Street. Nesta edição, as corridas de rua haviam sido deixadas de lado, e o foco foi para as corridas profissionais. Infelizmente, estas inovações não agradaram, e NFS derrapou feio.

Uma nova aposta Com a chegada de Undercover, vários elementos presentes nas versões consagradas haviam retornado, mas erros técnicos e a falta de novidades fizeram com que o game passasse batido. Parecia ser o fim da franquia. Mas, a EA surpreendeu a todos. Após a circulação de rumores afirmando que a série seria cancelada, a empresa fez um anúncio bombástico: três novos Need For Speed estavam a caminho.

A empresa lançará os games Need For Speed: Nitro, que terá um estilo mais cartunizado, apostando nos muscle car, e o Need For Speed: Online, game que terá foco nas disputas pelo mundo via internet. O terceiro jogo, intitulado Need For Speed: Shift, conta com uma proposta ousada. Em vez do “Tunning” e das corridas quase fantasiosas, Shift será um jogo de simulação. Mas, será que isso vai dar certo? Ou Need For Speed irá derrapar novamente e estacionar ao lado de Pro Street. Acomode-se na arquibancada e confira nossa prévia.

Carros e mais carros

Bem, se você espera encontrar o estilo urbano dos NFS mais recentes em Shift, é melhor tomar cuidado. Segundo a desenvolvedora do game, a Slightly Mad Studios, Shift terá um proposta realista, e o resultado final deve ser semelhante aos de games como GRID e Project Gotham Racing (PGR). Mas, é bem possível que o jogo conte com alguns toques da jogabilidade arcade, o que deve manter a tradição da série.

O foco nos veículos também está diferente. Desta vez, você irá encontrar diversos carros esportivos. Exemplos como Lotus Elise 111R, Shelby Terelingua e Audi RS4 preenchem apenas uma parcela dos veículos que você encontrará no game. Além dos citados, temos também os poderosos Corvete Z06, Porsche 911 GT2 e o Pagani Zonda F.

A variedade não está somente nos veículos, mas também no estilo de jogabilidade. Em alguns carros, você encontrará controles mais casuais, enquanto outros adotam a simulação como padrão. Além disso, as pistas do jogo são situadas em diversos ambientes, conforme o circuito selecionado.

Visuais absolutamente incríveis

Contudo, o que mais chama a atenção em Need for Speed: Shift são, sem dúvidas, seus visuais. Mesmo comparando com GRID, que conta com gráficos de excelente qualidade, Shift se supera nas texturas e em outros elementos. Usufruindo de uma engine que é uma variação de um projeto misterioso da desenvolvedora — acredita-se que a marca Ferrari esteja envolvida —, o game conta com uma estética muscular gratificante, e uma taxa de quadros por segundo completamente estável.

Até mesmo as pistas prometem ser surpreendentes em Shift. Uma delas, intitulada Brands Hatch, apresenta gráficos belíssimos, com um plano de fundo suburbano de tirar o fôlego. Há também efeitos de alta qualidade na iluminação e nas partículas do jogo. E os carros? Bem, para a felicidade de muitos, Shift trará uma perspectiva que é adorada: a do cockpit (cabine do piloto).

É nesta câmera que o jogo se destaca. A Slightly Mad Studios ainda promete criar uma sensação de velocidade completamente incrível, que deve deixar os jogadores babando em frente aos monitores. Além da beleza visual, a equipe tratou de inserir uns efeitos que simulam com precisão a realidade. Se você alcançar uma velocidade relativamente alta, notará que o ambiente se torna embaçado. Mas isso não é tudo. Caso você esteja à beira dos 200 km/h, a câmera se moverá para trás, simulando a cabeça do piloto sendo forçada devido à alta velocidade e as mãos do piloto serão pressionadas contra o volante.

Um competidor de peso

Os efeitos também estarão presentes nas colisões. A câmera é sacudida violentamente com os impactos, a tela se torna borrada e, caso você saia vivo, é possível ouvir as batidas do coração do piloto. Sem dúvidas, um grande esforço da desenvolvedora para simular a realidade, e resultado promete ser fantástico. Fora os efeitos de visuais, o áudio do game é outro atributo em que Slightly Mad está caprichando, assim como no “Force Feedback”, que simula a atuação da força G no volante.

Até o momento, não foram reveladas informações sobre a campanha para um só jogador ou para os possíveis modos de multiplayer. Mas, este ano promete. A competição entre jogos como Forza 3, Gran Turismo 5 e o jogo de Formula 1 da Codemasters fará com que Shift tenham de dar o máximo para poder participar desta briga. A disputa começa no outono deste ano, data em que Need For Speed: Shift chega ao PC, PlayStation 3, PSP e Xbox 360

Cupons de desconto TecMundo: