Crianças que jogam video game são mais criativas do que as que não jogam em consoles. Essa foi a conclusão de um estudo feito com 500 crianças de 12 anos, realizado na Universidade Michigan State, nos Estados Unidos.

O estudo, conduzido pela pesquisadora Linda Jackson, levou em consideração ainda outras atividades como uso de smartphones, internet e computadores. Nenhuma delas teve impacto direto no aumento da criatividade.

Os trabalhos envolveram um questionário, aplicado antes e depois das crianças jogarem, além de análises de desenhos e de textos redigidos. A pesquisa constatou que os meninos são gamers mais ativos, preferindo jogos violentos e de esporte, enquanto as meninas optaram por jogos que valorizam mais a interação entre os usuários.

“Os video games podem ser utilizados para otimizar o desenvolvimento criativo enquanto entretêm”, explica Linda. “É bem provável que a próxima geração de video games já não faça distinção entre educação e entretenimento”, completa.

Cupons de desconto TecMundo: