(Fonte da imagem: Divulgação/Activision)

Call of Duty: Modern Warfare 3 vai ser lançado daqui a uma semana, mas a pirataria já realizou suas ações de pilhagem e conseguiu adquirir antecipadamente uma cópia do vindouro título. Logicamente que de maneira ilícita, uma versão não autorizada do game (ou apenas parte do conteúdo total) já está circulando nos Estados Unidos.

A divulgação “antecipada” foi decorrente do furto do disco 2 (da versão de PC) ocorrido em uma das instalações de segurança, na Califórnia (EUA), onde os games estavam sendo mantidos. Não há como a Activision saber quantas cópias piratas já foram vendidas até agora, e a empresa não prepara nenhuma retaliação a quem adquirir uma das versões ilícitas.

 

A Activision adotou mesmo procedimento usado para combater as vendas ilegais de Call of Duty: Black Ops no ano passado. Os investigadores batem nas portas das pessoas identificadas e, “gentilmente”, pedem para que elas apaguem as cópias piratas, ao invés de infligir multas e penas mais pesadas.

(Fonte da imagem: Divulgação/Activision)

Porém, uma pessoa que aparentemente foi “pega” por ter comprado a versão ilícita de MW3 fez um alerta no site Craiglist, alerta a todas as outras: “se você comprar MW3 antes do lançamento, eles virão te pegar e você terá que pagar US$ 5 mil e poderá ser banido permanentemente da jogatina online”. O autor da postagem conclui dizendo: “eu já passei por isso”.

Via Baixaki Jogos

Cupons de desconto TecMundo: