(Fonte da imagem: Divulgação/Electronic Arts)

Johan Andersson, arquiteto de rederização da DICE, falou mais sobre os aspectos gráficos de Battlefield 3 durante o evento GeForce LAN 6, promovido pela NVIDIA e voltado para desenvolvimento visual e jogabilidade online. A bordo de um porta-aviões da Força Aérea americana, o evento teve o novo FPS da Electronic Arts como tema principal.

O desenvolvedor afirmou que os efeitos visuais do game sempre foram a questão mais importante. Devido a variedade de ações possíveis e ao dinamismo do título, principalmente no modo multiplayer, não é possível programar previamente todo tipo de ação possível. A solução encontrada pela DICE foi a utilização de partículas de diversos tamanhos, que interajam com o ambiente e os jogadores de forma natural.

A mesma abordagem foi utilizada em relação aos efeitos de iluminação. A luz ilumina cada partícula de modo diferenciado e realista, de forma a garantir um visual o mais fiel possível à realidade. Com tanto peso nos gráficos, Battlefield 3 só poderá rodar de forma adequada nos PCs mais poderosos. Para saber se sua máquina é capaz de colocar esse monstro para funcionar, a NVIDIA criou o GPUAnalyzer, que indica as melhores configurações para utilização do game.

Em antecipação ao lançamento de Battlefield 3, que acontece hoje nos Estados Unidos, NVIDIA também lançou novas versões dos drivers para suas placas de vídeo. O patch melhora a performance do game de tiro e também adiciona a possibilidade de usar efeitos tridimensionais em diversos games já lançados ou prestes a chegar ao mercado.

Via Baixaki Jogos

Cupons de desconto TecMundo: