(Fonte da imagem: ATLUS/Divulgação)A discussão sobre a necessidade de um modo multiplayer ou não nos games é um tanto quanto antiga e, volta e meia, ressurge na indústria. Apesar de estar há algum tempo esquecida, o assunto voltou à pauta após o consultor de jogos, Mark Cerny, ter declarado que as campanhas para um único jogador irão desaparecer em apenas três anos.

Para Cerny, que já trabalhou para a Sony, a experiência single player não faz mais sentido em um mundo tão envolvido socialmente e em que o Facebook se tornou uma ferramenta extremamente popular. Segundo ele, essa tendência já pode ser vista em jogos como Demon’s Souls, que traz o desenvolvimento individual atrelado a um recurso online.

(Fonte da imagem: ATLUS/Divulgação)O consultor ousa ainda mais ao afirmar que, em três anos, os títulos que não trouxerem essa conectividade com outras pessoas em seu modo principal serão criticados por falta de criatividade ou qualquer coisa semelhante. Porém, ele frisa de que não se trata de tornar o multiplayer como conhecemos hoje como o carro-chefe d um game, mas a criação de um novo termo para essa interação entre pessoas em qualquer modo de jogo.

Cerny não está sozinho nessa análise de mercado. O presidente da Sony Worldwide Studios, Shuhei Yoshida, afirmou que o futuro realmente trará muito mais elementos sociais, já que os aparelhos realmente estarão conectados e tornará isso algo natural.

 

Via Baixaki Jogos

Cupons de desconto TecMundo: