Uma das principais novidades apresentadas pela Microsoft durante a E3 deste ano, o Project Scorpio teve sua origem inspirada no mercado de smartphones. Quem afirmou isso foi o engenheiro Mike Ybarra em uma entrevista concedida ao site The Guardian, na qual ele também afirma que a empresa quer, acima de tudo, dar escolhas aos consumidores.

“No mercado de telefones as pessoas estão acostumadas a fazer upgrades rápidos e a querer o mais recente de tudo”, explicou Ybarra. “Mas com os celulares seus aplicativos precisam funcionar no modelo que você escolheu e também no próximo. De acordo com o que eles estão nos dizendo, as expectativas dos consumidores são: 'jogos e aplicativos têm que funcionar mesmo se eu comprar um modelo melhor'”.

Segundo o engenheiro, a Microsoft olhou para essa tendência e decidiu que queria dar aos consumidores a escolha por hardwares que trabalham com as mesmas bibliotecas de jogos. “A compatibilidade sempre foi a coisa que definiu as gerações de consoles: quando você deixa um e pega o próximo, você desiste de seus games, você geralmente desiste do hardware e o deixa em um armário — é isso que queremos eliminar”.

“Estamos focados em entregar jogos em um ambiente sem limite. Anunciamos três plataformas — o Xbox One atual, o Xbox One S e o Scorpio. Estamos dando aos jogadores a opção de dizer ‘quero investir nesses games em particular e nesse hardware e quero que isso funcione daqui em diante sem ter que desistir de algo’”, complementa.

Via TecMundo Games.

Cupons de desconto TecMundo: