Um dos mais tradicionais e badalados FPS dos games, Battlefield já teve sua cota de erros e acertos ao longo dos anos, criando um séquito fiel de fãs que, com o tempo, se tornaram cada vez mais críticos com os episódios da franquia. Assim, para quebrar a mesmice do gênero e revitalizar a marca, EA e DICE resolveram começar outra vez essa história com Battlefield 1.

Anunciado oficialmente no último dia 6 de maio, esse novo episódio marca um retorno ao passado como nunca visto antes, já que, depois de mostrar a luta contra os nazistas e levar os jogadores para batalhas futuristas, Battlefield 1 escolhe a 1ª Guerra Mundial como pano de fundo. A ideia, segundo a desenvolvedora, é mostrar o conflito que é tido como o início das guerras modernas. Assim, vista seu coturno, separe seus mantimentos e se aconchegue nas trincheiras para conferir tudo o que sabemos sobre o título até agora!

O que é Battlefield 1 e para quais plataformas ele será lançado?

Battlefield 1 é a aposta definitiva da EA para reformular uma de suas principais franquias e atender aos pedidos dos jogadores para abordar uma das ambientações mais interessantes da história recente – e uma das menos exploradas nos games.

O título será lançado para PC, PlayStation 4 e Xbox One e tem a nobre missão de restaurar a tradicional aura de guerra em massa da série, popularizada nos episódios principais da série, mas perdida ao longo dos últimos anos – como em Battlefield Hardline, que se foca em times menores e confrontos diretos.

Battlefield 1 estará disponível para as principais plataformas da atual geração.

A história do jogo

A EA está tendo todo o cuidado para manter a produção envolta em mistério até que possa contar mais sobre o que os jogadores podem esperar a respeito dessa incursão inicial na 1º Guerra. O que se sabe até agora é que a campanha de Battlefield 1 vai se passar ao longo dos quatro anos do conflito – de 1914 a 1918.

Isso significa que, a trama deve abordar múltiplos personagens e permitir que você experimente mais de um lado envolvido na disputa, permitindo que seja mais fácil entender tudo que estava em jogo no período – uma preocupação pessoal da empresa para que o público tenha uma imersão maior com o título.

Como é a jogabilidade?

O gameplay deve seguir o estilo tradicional da franquia, trazendo o público para o meio de confrontos de larga escala com uma campanha single player massiva e disputas multiplayer para até 64 jogadores simultâneos. A EA já confirmou que o foco em lutas em terra, água e ar segue firme e forte em Battlefield 1.

Além disso, o domínio cada vez maior sobre a engine Frostbite – e a flexibilidade do motor gráfico – deve resultar em uma jogabilidade mais dinâmica e com um sistema de destruição de cenários ainda mais refinado do que o apresentado anteriormente. Mecânicas extras trazidas pelo período em que se passa a guerra, como o uso de máscaras de gás, também estão garantidas para o novo game.

Que tipo de equipamentos poderemos pilotar?

Quem não dispensa a chance de pilotar ou dirigir algo durante as partidas, pode ficar tranquilo: apesar de o conflito se passar no início do século 20, o foco em veículos não foi deixado de lado. Aliás, por se tratar de um período em que a tecnologia evoluiu em um curtíssimo espaço de tempo – exatamente por conta das necessidades da guerra –, o acervo é bem amplo na hora de abandonar as corridas a pé.

Os combates em veículos prometem ser frenéticos!

Entre o que já foi confirmado ou especulado temos:

  • Tanques: leves, médios e pesado, com diferentes vagas para jogadores e armamentos.
  • Aviões: planadores e atiradores, para alternar entre reconhecimento de campo e batalhas aéreas.
  • Behemoths: veículos gigantescos para o transporte de jogadores em momentos decisivos da batalha. Até agora, só conhecemos o zeppelin nessa categoria.
  • Cavalos: eles estarão disponíveis de alguma forma durante os confrontos, com a EA prometendo mais detalhes para o futuro.

O multiplayer será maneiro?

As disputas entre até 64 jogadores estão garantidas e devem dar o tom de batalhas massivas para as partidas online de Battlefield 1. A ideia é que uma biblioteca generosa de mapas seja capaz de explorar cada um dos cenários mais importantes da 1ª Guerra Mundial, com fases reproduzindo no game alguns pontos específicos da Europa e boa parte do norte da África.

A diversidade de tropas – bem característica da série – também fica garantida com a presença já confirmada dos exércitos de Estados Unidos, Grã-Bretanha, Áustria, Alemanha e Itália. Por último, mas não menos importante, o próprio clima vai exercer uma influência inédita nas pelejas da franquia, já que nevoeiros intensos e chuvas fortes podem mudar completamente os rumos da luta – atrapalhando o transporte e dificultando a visão.

Você vai se sentir no meio da guerra.

Quais classes e modos de jogo estarão disponíveis?

Como a EA ainda não liberou a lista completa de recursos presentes em Battlefield 1, só sabemos uma parte do que a empresa planeja para os jogadores na hora da diversão. Confira abaixo uma listagem com o material já confirmado em ambos os quesitos.

Classes

  • Assalto: fatais e com armamento para todo tipo de situação e inimigo.
  • Suporte: prontos para refrear soldados inimigos e fornecer suprimentos a aliados.
  • Médico: habilidosos tanto para curar amigos quanto consertar veículos.
  • Patrulha: atiradores de elite capazes de abater oponentes a longas distâncias e fazer reconhecimento do terreno para seus colegas.
  • Piloto ou Operador de Tanque: profissionais dedicados à arte de dirigir, pilotar e conduzir qualquer tipo de veículo

Modos de jogo

  • Conquista: a modalidade clássica que representa a guerra em massa de Battlefield, oferecendo mapas amplos e disputa por pontos de controle.
  • Dominação: uma versão reduzida do modo Conquista, com uma jogabilidade mais dinâmica e times menores.
  • Operações: fazendo sua estreia em Battlefield 1, o modo apresenta uma série de pequenas batalhas interligadas, com times empurrando ou segurando diversos objetivos – com uma equipe na defesa e outra no ataque.

O modo história está fiel à primeira guerra?

A empresa chegou a confessar que, antes de começar a desenvolver Battlefield 1, ficou preocupada com o fato de muitos jogadores não conhecerem muito a respeito dessa guerra. Sendo assim, as chances são de que a publisher e seu estúdio estejam trabalhando duro para representar muito bem o período e introduzi-lo para um novo público.

Os mapas parecem explorar bem os principais cenários da guerra, os equipamentos refletem o que foi adotado ao longo de toda a batalha – com direito porretes, espadas e o uso dos primeiro explosivos químicos ao lado das famigeradas armas de fogo – e a diversidade de exércitos deve garantir um entendimento melhor das motivações de cada nação envolvida na disputa.

O que mais é importante saber?

Battlefield 1 será mais um título da EA a oferecer várias vantagens aos seus clientes mais fiéis. Jogadores registrados no programa Battlefield Insider poderão participar de um Open Beta exclusivo, ao passo que tanto o EA Access quanto o Origin Access vão trazer outros períodos de experimentação aos assinantes desses serviços.

Alguns dos presentinhos da edição de colecionador de Battlefield 1.

O jogo terá ainda uma edição deluxe e outra de colecionador, com a segunda trazendo diversos bônus, incluindo um baralho, um artbook e até uma estatueta do misterioso soldado que ilustra a caixa do produto – entre outros itens. Essas versões também permitirão que seus compradores iniciem a jogatina três dias antes da data oficial de lançamento e tenham acesso a conteúdos extras do game.

Vídeos

Trailer de anúncio

Vídeo de gameplay

Galeria de imagens

Data de lançamento

Battlefield 1 está programado para chegar ao varejo e às lojas virtuais – Origin, PSN e Xbox Store – no próximo dia 21 de outubro.

--

Não se esqueça: para saber de tudo sobre Battlefield 1, acesse a página do jogo no TecMundo Games.

Cupons de desconto TecMundo: