Na semana passada, uma declaração do diretor de Final Fantasy XV, Hajime Tabata, deixou a indústria em choque. Em entrevista à revista japonesa Famitsu, Tabata havia dito que Final Fantasy XV deveria vender 10 milhões de cópias para compensar o capital investido em seu desenvolvimento.

No entanto, a Square Enix veio a público para esclarecer a situação. De acordo com a empresa, houve um erro de interpretação na declaração do diretor. A meta de 10 milhões de unidades vendidas seria apenas uma meta do time de desenvolvimento, e não o número que o jogo precisa vender para cobrir os gastos.

"Nós acreditamos que houve um problema de comunicação durante a conferência. De fato, Tabata usou o número 10 milhões de cópias para demonstrar o objetivo da equipe de desenvolvedores e sua ambição de fazer um grande Final Fantasy. O comentário nunca esteve ligado a uma linha de recuperação dos investimentos", declarou a Square Enix.

"É uma meta ambiciosa, mas reflete o pensamento do estúdio. Pensamos no que teríamos que fazer para atingir esse número e fizemos de tudo para criar algo que possa alcançar esse objetivo", esclareceu Hajime Tabata.

Final Fantasy XV será lançado apenas para PlayStation 4 e Xbox One no dia 30 de setembro deste ano.

Final Fantasy XV vai vender quantos milhões de unidades? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: