Quem acompanhou as eleições de 2014 deve se lembrar que as redes sociais ficaram abarrotadas de mensagens sobre a disputa presidencial. E não estamos exagerando quando usamos a palavra “abarrotar”, já que, graças ao período eleitoral, o Brasil ficou em sexto lugar no ranking de países com mais pedidos de remoção de conteúdo no Twitter

Segundo um relatório divulgado pela empresa, entre julho e dezembro de 2014 foram emitidas 27 ordens judiciais solicitando que mensagens ou mesmo contas no Twitter fossem tiradas do ar. Desse montante, 18 estão associadas ao período eleitoral por conta de conteúdos que aparentemente violaram a lei, o que acabou levando a empresa a excluir 101 mensagens (é possível solicitar a remoção de mais de um tweet por ordem). 

Vale mencionar que o número supracitado é mais que o triplo daquele que foi visto no primeiro semestre (que foi de oito ordens emitidas). Quando observamos o número de pedidos de informações feitos pelo governo, esse montante ficou em 50 solicitações, enquanto no mundo a marca foi de 2.871. 

O país líder dessa conta é a Turquia, que teve 477 pedidos feitos pelo governo ou por alguma ordem judicial. Rússia e Alemanha também aparecem nessa relação com, respectivamente, 91 e 43 ocorrências, e nestes países os motivos envolvem de promoção de drogas e mensagens supostamente discriminatórias, respectivamente.

Cupons de desconto TecMundo: