(Fonte da imagem: Franco Origlia/Getty Images)

O Vaticano anunciou mais uma medida para levar a Santa Sé ao encontro das redes sociais — e demais adventos a ela associados. Em mensagem oficial, a igreja afirmou que quem seguir o Papa Francisco no Twitter terá o seu tempo de permanência no Purgatório reduzido. A benesse também é estendida para quem acompanhar os conteúdos oficiais do Vaticano na TV, no rádio e em qualquer outro meio.

Entre os eventos que podem começar a somar indulgências, há a realização próxima da Jornada Mundial da Juventude — evento organizado pela primeira vez pelo Papa João Paulo II e realizado a cada dois ou três anos. A Penitenciária Apostólica prometeu o privilégio a todos os fiéis que acompanharem o evento por meio de qualquer mídia. Entretanto, os usuários precisam primeiro ter se confessado, reconhecendo-se “penitentes e contritos”.

Uma vida (digitalmente) orientada à caridade

Vale a pena lembrar que as indulgências são garantidas no catolicismo quando um praticante leva a cabo ações recomendadas pela igreja. Trata-se, portanto, de uma forma de encorajar uma vida orientada à caridade e ao espírito cristão.

“O que realmente importa é que os tweets enviados do Brasil pelo Papa ou as fotos da Jornada Mundial da Juventude que sejam compartilhadas no Pinterest produzam frutos espirituais nos corações de todos”, disse o arcebispo Claudio Maria Celli, coordenador do conselho para comunicação social, em entrevista ao jornal Corriere Della Sera. Além da conta no Twitter, a Igreja Católica também oferece um site de notícias, uma página no Facebook e, atualmente, tem estreitado laços com o Pinterest.

Cupons de desconto TecMundo: