É possível que você não saiba, mas há algumas semanas, o Google disponibilizou o Assistant, o substituto do Google Now para a linha de smartphones Pixel, para todos os dispositivos com o Android 6.0 ou superior. Além de ser mais rápida nas respostas e mais inteligente, a nova função está mais interativa e até joga com você.

Mas, afinal, quais são as atividades em que o Google Assistant pode te ajudar? Bom, para te responder justamente a essa questão, preparamos uma lista detalhada das capacidades mais interessantes da nova feature. Se quiser nos acompanhar, mude o idioma do seu smartphone para inglês, para ter acesso ao Google Assistant, e veja todo o passo a passo:

Pesquise sobre o que é exibido na tela

Uma das funções mais bacanas do Google Now era a pesquisa contextual, que levava em conta o conteúdo exibido na tela para prover resultados interativos e mais ágeis. Esse recurso foi aprimorado no Google Assistant e agora pode ser acessado ao pressionar o botão "What’s on my screen?" na tela de início do novo assistente.

Capture a tela mais rapidamente

Capturar a tela pode ser uma tarefa complicada: além você de precisar estar com as duas mãos disponíveis, na maioria dos smartphones, ter de apagar manualmente tudo o que foi capturado é um processo inconveniente. Pois bem, exatamente como o Google Now fazia, o Google Assistant pode capturar sua tela sem salvar a imagem na sua galeria, gerando uma screenshot muito mais limpa e sem elementos da interface.

Coisas como a barra de status e de navegação, por exemplo, não aparecerão na tela capturada, dando assim mais destaque para o conteúdo que realmente deve ser exibido.

Diga como quer ser chamado

Mesmo não sendo algo como a Siri neste quesito, o Google Assistant dá um banho de personalidade no Now. Além de se comunicar oralmente com mais frequência, a função ficou mais "humana" ao ganhar naturalidade para certos contextos: peça para o Assistant lembrar de uma coisa sobre você, como uma preferência ou até um apelido, e ele vai lembrar dali em diante.

Pode ser quase qualquer coisa, desde a sua cor favorita a como você quer chamar determinado contato da sua agenda. Vale ressaltar que toda a comunicação aqui é feita em inglês, então os apelidos serão mais frequentemente entendidos se definidos nesse idioma também.

Use o Assistant mesmo offline

Ao contrário da Siri, o Google Assistant não perde todas as suas capacidades ao ficar sem conexão: por mais que ele não possa te dizer fatos sobre o mundo ou contar piadas, ele ainda pode abrir aplicativos, navegar por áreas salvas no Google Maps e realizar determinadas alterações, como ativar alarmes e desligar os sons do dispositivo.

Tente dizer algo como "Navigate to Home", e o Assistant abrirá o Google Maps pronto para a destinação "casa", local que ele mesmo identifica ao acompanhar o seu trajeto do dia a dia. Bacana, né?

Tire dúvidas sobre tudo

Sendo esta uma das principais funções dos assistentes em geral, o Google Assistant realmente se destaca na hora de realizar pesquisas. Além de prover o principal artigo com a resposta da sua questão, ele lê o trecho principal e responde de uma forma bem sucinta, dando a você a chance não só de ler mais sobre o assunto, mas também perguntar sobre outros fatos relacionados ao tema.

Quer testar? Pergunte algo como "Cães são daltônicos?", e o assistente responderá de maneira bem objetiva. Ao fim de sua resposta, note que há uma série de botões na parte inferior da tela, os quais se referem a perguntas relacionadas e que podem aprofundar mais em determinado conhecimento.

Ative ou desative funções do seu Android

Esta é, talvez, a parte mais controversa do Google Assistant em relação aos outros assistentes, como a Bixby, do Galaxy S8, ou a Siri, presente nos dispositivos iOS. Pelo fato de as funções do Android serem as mais diversas e mudarem de acordo com cada smartphone, pode ser que o Assistant não entenda muito bem os seus comandos.

Entretanto, ele ainda é capaz de entender comandos básicos, como "Mande uma mensagem para Maria no WhatsApp" ou até "Avise-me em determinado horário sobre determinada coisa". As principais vantagens dele sobre o Now, nesse quesito, são entender mais contextos e realizar as operações mais rapidamente.

Divirta-se com o Google Assistant

O Google vende o Assistant como mais interativo e inteligente que qualquer outro assistente, inclusive o Google Now. Fatos que contribuem para essa afirmação são as piadas e os jogos que o aplicativo é capaz de fazer – peça para o Assistant contar um fato interessante ou jogar algum game contra você, e ele o fará sem pestanejar.

Dentre os jogos disponíveis, variações de "Qual é a Música?" ou até mesmo o clássico "Jogo da Velha" podem divertir você em um momento de tédio. Caso você constantemente pergunte sobre determinado assunto ou frequentemente peça piadas, o aplicativo memoriza a sua preferência e passa a fazer isso proativamente. Ele é bem espertinho, mesmo.

O que você achou?

Os assistentes virtuais ficam mais inteligentes a cada lançamento. Por mais que muitas limitações antigas ainda se façam presentes, como a falta de várias linguagens e a compreensão de alguns contextos, não é de hoje que esses serviços impressionam por suas capacidades.

Mas e você, o que gostaria que seu assistente pessoal fosse capaz de fazer? Você conhece algo que outro serviço faça melhor que o aplicativo do Google? Não se esqueça de dar sua opinião nos comentários e contribuir para um texto mais rico e informativo, beleza?!