(Fonte da imagem: Reprodução/TIM)

Através de um comunicado de imprensa enviado na última sexta-feira (20), a TIM afirmou que vai se reunir com a Anatel esta semana para apresentar um plano de ações que atenda às exigências da agência reguladora. Segundo a empresa, somente em 2012 serão destinados R$ 3 bilhões para melhorar a infraestrutura de sua rede.

A companhia reconhece a existência de gargalos em seu serviço, afirmando que está empenhada em reduzir os danos provocados a seus clientes. “Trabalhamos prioritariamente para atender os altos níveis de exigência dos nossos usuários e não somente para cumprir padrões exigidos pela Anatel”, afirma o executivo Rogerio Takayanagi.

Mandado de segurança negado

A TIM também entrou com um mandado de segurança contra a decisão da Anatel que suspende a venda e ativação de novas linhas em 18 estados e no Distrito Federal, que foi negado pela justiça nesta segunda-feira (23). O juiz responsável pela decisão, Tales Krauss Queiroz, afirmou que “de dois anos para cá, é pública e notória a piora na qualidade dos serviços de telefonia celular do país”.

Segundo ele, a maioria dos consumidores tem que conviver com interrupções do serviço, chamadas que não são completadas e ligações que caem. Além disso, Queiroz afirma que são comuns falhas na qualidade dos sinais e deficiências de conexão e velocidade na internet móvel oferecida pelas empresas que operam na área.

Fontes: TIM, Reuters

Cupons de desconto TecMundo: