Imagem de: Advogados podem usar WhatsApp para seguir processo na Justiça Federal em SP

Advogados podem usar WhatsApp para seguir processo na Justiça Federal em SP

1 min de leitura
Avatar do autor

A 7ª Vara da Justiça Federal em São Paulo oficializou a utilização do aplicativo de mensagens Whatsapp para que os envolvidos em processos, advogados, procuradores até testemunhas possam enviar informações e documentos relativos aos processos.

"Queremos com isso dar continuidade às inovações trazidas pelo 'Processo Cidadão', quando implantamos um novo modelo de práticas cartorárias", diz o juiz federal Ali Mazloum, titular da Vara. O chamado "Processo Cidadão" busca otimizar a tramitação dos processos e começou a ser implementado em 2010. O uso do aplicativo de mensagens foi formalizado no último dia 15.

Pelo WhatsApp é possível, por exemplo, agendar visitas para consultas dos autos e audiências com o juiz, retirar certidões e alvarás, enviar lembretes de audiências, dentre outros. A Secretaria da Vara disponibiliza um aparelho celular apenas para receber o material pelo aplicativo e é a responsável por cadastrar os advogados e demais usuários que tiverem interesse em adotar esse novo mecanismo de comunicação na Justiça Federa.

"Com a adoção dessas práticas procuramos desburocratizar procedimentos e simplificar os ritos, sempre dentro das regras legais vigentes, de modo a reduzir o estoque de processos, facilitando a atuação de todos os usuários dos serviços da Justiça", ressalta Ali Mazloum.

Por Mateus Coutinho

Via EmResumo

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Advogados podem usar WhatsApp para seguir processo na Justiça Federal em SP