Quando achamos que vimos de tudo no mundo da tecnologia, sempre existe um fator surpresa que, ironicamente ou não, conquista nossos corações. Eis que a Tailândia quer manter a boa fama que tem na cozinha ao ter construído uma máquina especificamente voltada a um propósito: determinar a qualidade da comida. É essa aí da foto acima.

O fato é que aquele país dá suporte a um grupo chamado “Thai Delicious Committee” (algo como “Comitê das Delícias Tailandesas”, em tradução livre), grupo que apresentou, nesta semana, um aparelho capaz de determinar se a comida tailandesa está boa o suficiente. Basicamente, o objetivo do comitê é assegurar que os restaurantes tailandeses espalhados mundo afora sirvam a “autêntica” comida do país. Para isso, a máquina analisa o conteúdo da louça utilizada e então o compara a um padrão legítimo para ver se há combinação.

Investimento de cerca de US$ 1 milhão

A agência por trás da Thai Delicious gastou em torno de US$ 1 milhão na fundação do comitê, sendo que, desse montante, US$ 100 mil foram destinados à máquina, apurou o veículo The New York Times.

Fale-me mais sobre esse aparelho – sim, já existe gente querendo comprar

A lataria inteligente utiliza 10 sensores para detectar sinais químicos na comida. A autenticidade é determinada ao comparar louças aos gostos coletivos dos degustadores locais – no caso de uma louça, por exemplo, o comitê tinha 120 degustadores que experimentaram os mais diversos tipos de preparo e misturas nas comidas.

Como o mundo capitalista não para de girar, um executivo já se mostrou interessado na aquisição do aparelho. Ele pretende vender a máquina a embaixadores tailandeses de todo o mundo ao custo de US$ 18 mil cada para permitir que a o dispositivo comece a operar nos restaurantes locais.

Existe até mesmo um aplicativo para iOS com receitas tailandesas autênticas que os chefs podem utilizar. Que fissura pela boa qualidade da comida em escala mundial, não?

Cupons de desconto TecMundo: