Os engenheiros da Universidade de Stanford criaram um rádio tão pequeno que ele tem o mesmo tamanho de uma formiga — ou até menor. Apesar de ele poder enviar sinais apenas à distancias curtas, o dispositivo tem mais implicações do que imaginamos. Além de ser extremamente pequeno, acredita-se que ele pode ser produzido em massa e custar pouco, podendo ser incorporado praticamente em qualquer lugar.

O transmissor é construído sobre uma peça de silício e possui apenas alguns milímetros de espessura. Como é possível perceber na foto abaixo, dezenas deles são necessários para ocupar a mesma área de uma moeda de um centavo.

Parte do segredo para o tamanho diminuto está no fato de ele não requerer uma bateria. Por consumir pouca energia, esse transmissor pode colhê-la a partir de campos de rádio existentes nas proximidades.

Casas inteligentes

O dispositivo opera nas faixas de 24 GHz e 60 GHz, sendo impossível usá-lo para enviar um sinal para áreas distantes. No entanto, ele pode abrir uma porta quando você chegar perto usando um SmartWatch, por exemplo.

Os engenheiros que o projetaram imaginam que um dia vão existir milhares dele espalhados pela casa, criando uma “residência inteligente”. Isso vai abrir diversas possibilidades ao usuário, inclusive podendo serem adicionados em outros aparelhos para que eles recebam informações a partir da internet.

O rádio foi demonstrado por Amin Arbariam, o professor assistente de engenharia elétrica de Stanford e um dos desenvolvedores do dispositivo na feira VLSI de Tecnologia e Simpósio de Circuitos no Havaí.

Cupons de desconto TecMundo: