(Fonte da imagem: Reprodução/Engagdet)

Fabricar baterias de um tamanho relativamente pequeno e com um tempo de “vida” longo já é algo possível. Esses componentes podem ser utilizados em aparelhos vestíveis, mas o problema é que elas vão precisar ser recarregadas em algum momento — isso obrigaria você a parar de utilizar o aparelho em questão.

Algo que resolveria esse tipo de dificuldade são geradores que utilizam o calor do seu corpo, resultando em uma fonte de energia virtualmente infinita e limpa — e os mais eficientes desse gênero são os que utilizam elementos inorgânicos. O problema é que esses componentes são grandes e um tanto rígidos, dificultando o uso em gadgets de vestir.

É útil, mas vai demorar para aparecer...

Acontece que os dois impedimentos citados logo acima estão devem ser contornados em breve. Isso porque o pessoal do Instituto de Ciência e Tecnologia Avançada da Coréia do Sul conseguiu criar um gerador termoelétrico — trabalha com o calor do seu corpo e converte em eletricidade  — que seja pequeno e flexível.

Dessa maneira, a novidade pode ser utilizada em aparelhos vestíveis sem problemas. Para isso, os estudiosos usaram tecido de vidro, que, além de ser leve e maleável, evita a perda de calor e resulta em um processo de geração mais eficiente. Com isso, o novo gerador poderia ser utilizado em diversos tipos de dispositivos, como em máquinas de fábricas ou em computadores de bordo de carros, por exemplo.

Além de tudo isso, os responsáveis pelo projeto sabem que a tecnologia desenvolvida não é algo revolucionário, já que geradores termoelétricos existem há algum tempo. O ponto alto da novidade é o design empregado, por conta das possibilidades que ele pode proporcionar. Apesar disso, vai demorar um tempo para que o gerador seja produzido em massa e seja oferecido em lojas ao redor do mundo.

Cupons de desconto TecMundo: