Uma pesquisa publicada pelo Bloomberg mostra que aplicativos como o WhatsApp fizeram com que as operadoras de telefonia de todo o mundo tenham perdido US$ 32,5 bilhões em vendas no ano passado. Especialistas em mercado projetam que em 2016 esse número chegue aos US$ 54 bilhões — o que não representa prejuízo, mas uma enorme quantidade de dinheiro que deixa de entrar nos cofres das empresas.

Mas como isso teria acontecido? Para entender melhor é preciso olhar para a evolução no mercado de transmissão de textos nos celulares — algo que está diretamente ligado às tecnologias envolvidas na telefonia celular, uma vez que o avanço ocorre no mesmo ritmo das melhorias nas transmissões de dados por redes móveis.

Do SMS ao WhatsApp

Lembre-se de como era a sua vida no começo dos anos 2000. Se você já tinha um celular naquela época, deve se lembrar que as conversas por mensagens exigiam a utilização dos serviços de SMS. Por muito tempo, as operadoras cobravam cerca de R$ 0,30 para cada mensagem enviada, o que gerava ganhos bem interessantes para elas.

Nessa evolução do mercado, podemos citar os pacotes de SMS como um dos principais momentos. Algumas operadoras permitiam que os consumidores comprassem pacotes com centenas de mensagens por valores mais baixos, mas ainda assim havia uma grande quantidade de dinheiro envolvida. Nos últimos anos, o foco chegou em “pague R$ 0,50 por dia para torpedos ilimitados”.

Ainda nisso, as operadoras conseguiam lucros bem significativos, pois acordos entre elas permitiam que os valores gastos fossem bem irrisórios. Mas o mercado evoluiu tanto que a internet tomou conta dos celulares. E então os serviços de SMS começaram a ser deixados de lado, para que aplicativos com o WhatsApp tomassem conta do mercado das mensagens — permitindo troca de mensagens e arquivos de mídia por valores muito mais baixos.

Cupons de desconto TecMundo: