Atualmente, a taxa de reciclagem na fabricação de dispositivos eletrônicos é bastante baixa — algo resultante do pequeno ciclo de vida dos aparelhos e do modo como tudo é produzido, segundo o qual é mais barato montar um novo produto do que reaproveitar componentes.

No entanto, uma nova tecnologia que está sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford pode mudar isso para sempre. A partir de uma tecnologia de disfarce desenvolvida pelo Pentágono capaz de tornar objetos invisíveis no espectro infravermelho, a equipe da universidade britânica conseguiu criar uma forma de transmitir energia elétrica e informações sem a utilização de qualquer tipo de cabo.

Apesar de reduzir em até 25% o desperdício de materiais eletrônicos, a tecnologia ainda encontra alguns empecilhos para ser terminada. É o que acredita o pesquisador do departamento de engenharia da universidade, Chris Stevens. “Toda a indústria especializada na criação de circuitos já realizou um investimento muito grande na tecnologia para substituí-la agora”, explicou.

Ainda assim, Stevens deseja finalizar a sua pesquisa. No entanto, para isso ele precisa de fundos. “Se a Samsung financiasse, eles poderiam utilizar seu conhecimento em integração de silício – especialidade da companhia – para fazer isso se concretizar em um ano. Mesmo financiado por fundos de pesquisa acadêmica, o nosso departamento iria levar entre três a quatro para obter os mesmos resultados”, confessou.

Cupons de desconto TecMundo: