Não, a imagem que você está vendo acima não é parte das artes do jogo futurista de tiro Call of Duty: Infinite Warfare e também não é o fruto do amor entre uma picape mais tradicional e um Warthog da franquia Halo. Acredite ou não, o conceito representa uma versão modificada e real da Chevrolet Colorado, feita pela empresa automotiva como um projeto para o Exército dos Estados Unidos.

Antes de mais nada, vamos abrir o jogo: essa coisa linda realmente não deve entrar em produção e tem sistemas bem diferentes dos presentes na Colorado original. Chamada de Colorado ZH2, a picape foi construída em parceria com o Centro de Engenharia, Desenvolvimento e Pesquisa de Tanques Automotivos (TARDEC, na sigla em inglês) do Exército estadunidense.

A Colorado ZH2 terá suas tecnologias extensivamente testadas pelos militares norte-americanos

O objetivo da iniciativa é testar as capacidades da tecnologia de células de combustível de hidrogênio em áreas onde os veículos militares dos EUA poderiam operar. Para isso, a ZH2 usa um componente chamado Explortable Power Take-Off unit, que permite que o veículo gere eletricidade e a armazene de forma que ela possa ser utilizada em áreas onde não há infraestrutura energética – como o meio de um deserto, por exemplo. Assim, é possível exportar 25 kW contínuos ou picos de 50 kW em qualquer lugar.

Fera silenciosa

O corpo da Colorado modificada foi reforçado e pensado para uso em qualquer tipo de terreno, chegando a quase 2 metros de altura e passando de 2,1 metros de largura. O monstro também teve sua suspensão adaptada para circular mais facilmente por terrenos acidentados e tudo isso é apoiado por um conjunto de pneus off-road de 37 polegadas. Uma pena que o conceito dificilmente se tornará um produto de mercado. Sério, é uma pena mesmo.

As células de hidrogênio prometem funcionamento mais eficiente, silencioso e difícil de detectar em operações militares

Além das células de hidrogênio e da geração de eletricidade, o Exército norte-americano vai testar a ZH2 com relação a outros benefícios de suas tecnologias, como o funcionamento mais silencioso e assinaturas térmicas e acústicas reduzidas. Somando-se a isso, o torque elevado em qualquer velocidade e o baixo consumo de combustível também serão avaliados. E como a única coisa expelida pela picape será água, isso também poderá ser utilizado de alguma forma.

E se você está achando que só os militares dos EUA vão sair ganhando nessa, saiba que a Chevrolet também deve obter dados valiosos por meio dessa parceria. Até o momento, a fabricante afirma que seus veículos com células de hidrogênio já rodaram mais de 5 milhões de quilômetros durante testes. Com a adição da Colorado ZH2, esse número deve crescer consideravelmente – ainda que não seja em ruas e estradas tradicionais.

Gostou? Então curta mais algumas fotos dessa belezura na galeria acima e diga nos comentários quanto você estaria disposto a pagar caso ela pudesse ser comprada.