A versão Hybrid, com Android. (Fonte da imagem: Reprodução/SlashGear)

Nesta semana, a companhia Wacom anunciou que vai lançar dois novos tablets. O nome dos modelos são Cintiq Companion (que roda Windows 8) e Cintiq Companion Hybrid (que roda Android) — e, como você pode perceber pelos nomes, os aparelhos pertencem a mesma linha e têm como o foco possibilitar criações artísticas.

O primeiro modelo, além de contar com o sistema da Microsoft, tem processador Intel Core de terceira gerações, placa de vídeo Intel HD Graphics 4000 e 8 GB de memória RAM. Se você está preocupado com o armazenamento interno do aparelho, saiba que ele oferece as versões de 256 GB e 512 GB, sendo que as suas necessidades decidem qual é a ideal.

Preços um tanto quanto salgados

Já o Companion Hybrid, que trabalha com o software da Google, pode funcionar conectado a PCs ou Macs. Ele conta com um processador Tegra 4, tela LCD de 13 polegadas e funções chamadas de “digital sketchpad”, voltadas para rascunhos — no geral, este modelo é menos potente, por assim dizer, do que o tablet que roda Windows (e com opções de armazenamento de apenas 16 GB e 32 GB).

O Cintiq Companion Hybrid pode ser encontrado por até US$ 1,599 (cerca de R$ 3.198, sem impostos) enquanto o Cintiq Companion chega a custar R$ 2.499 (R$ 4.998). Além de tudo isso, a companhia alega que os aparelhos têm o objetivo de fazer com que os profissionais levem os seus trabalhos para onde quiserem, nem que seja de forma descompromissada.

As novidades devem começar a ser vendidas no fim do ano — e sem previsões para a chega em lojas brasileiras.

Cupons de desconto TecMundo: